English version

Belmont Forum Collaborative Research Action 2018

SCIENCE-DRIVEN E-INFRASTRUCTURES INNOVATION (“SEI”)

Instruções para proponentes no Estado de São Paulo, Brasil

OS PESQUISADORES DEVEM SEGUIR O TEXTO DA CHAMADA DE PROPOSTAS COMPLETA, QUE INLCUI DETALHES RELACIONADOS À PREPARAÇÃO DA PROPOSTA, SUBMISSÃO, FINANCIAMENTO E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO EM: https://bfgo.org/calls/index.jsp#sei2018

1 Introdução

Esta chamada “SEI” tem como alvo iniciativas que sejam capazes de reunir cientistas ambientais, sociais e econômicos a cientistas de dados, cientistas computacionais e desenvolvedores e provedores de infraestrutura computacional, para solucionar alguns dos desafios metodológicos, tecnológicos e/ou procedimentais atualmente enfrentados pela pesquisa interdisciplinar e transdisciplinar em mudanças ambientais, que envolve dados transnacionais em grandes volumes, diversificados e com múltiplas origens.

As propostas devem cumprir e implementar as políticas de dados abertos do Belmont Forum, incluir um plano de gerenciamento de dados e demonstrar como iré endossar e contribuir para a ciência aberta.

2 Temas Científicos

Como exemplos, tópicos de pesquisa de interesse podem incluir, mas se limitar a:

- Enable High-end Data assimilation and Broaden Data Model Intercomparison.

- Accelerate Data Access and Analysis for Disaster Monitoring and Mitigation.

- Enable Science Reproducibility and Trust.

- Transdisciplinary Multi-source Data Management.

- Lower Barriers to Open Science Practices.

A chamada SEI enfatiza a busca pelo estado da arte no tratamento de dados: não apenas revelando evidências que suportem observações acadêmicas, mas também filtrando e agrupando estas evidências em formatos que possam ser utilizados rotineiramente na pesquisa interdisciplinar. Espera-se que esses dados sirvam, em última instância, para indicar e melhorar políticas e ações em um contexto transdisciplinar.

3 Modalidade de financiamento

As propostas devem atender às condições gerais da modalidade “Auxílio à Pesquisa Regular” (www.fapesp.br/apr), observando-se as excepcionalidades descritas no item 4.4 desta chamada.

4 Instruções para os proponentes

4.1 Análise de Elegibilidade

a. Proponentes do Estado de São Paulo devem ser pesquisadores estabelecidos com um histórico comprovado de participação em projetos internacionais interdisciplinares em e-Infraestrutura ou na área científica da proposta.

b. É obrigatório que pesquisadores interessados do estado de São Paulo consultem a FAPESP quanto à sua elegibilidade antes da preparação da proposta. Este procedimento deve evitar esforços desnecessários de pesquisadores que, em última instância, não poderiam participar do projeto colaborativo.

c. As consultas de elegibilidade devem ser enviadas apenas para o endereço de e-mail chamada-bf-sei@fapesp.br, contendo as informações abaixo antes de 25 de junho (favor identificar na mensagem com o assunto " BF-SEI Verificação de Elegibilidade"). Espera-se que os resultados sejam comunicados até 20 dias após a confirmação de recebimento da mensagem. As solicitações de revisão de resultados negativos podem ser enviadas apenas uma vez, antes de 2 de julho.

c.1. Súmula Curricular do pesquisador proponente no estado de São Paulo (em inglês, conforme modelo disponível em www.fapesp.br/en/6351);

c.2. Título e resumo da proposta;

c.3. O nome do pesquisador líder (“Main Applicant”) do projeto internacional (“project consortium”) e de todos os pesquisadores proponentes dos países participantes e suas respectivas instituições;

c.4. Estimativa do orçamento a ser solicitado à FAPESP, incluindo as Reservas Técnicas e Benefícios Complementares (“overheads”) e custos das as eventuais bolsas de pós-doutoramento e de Treinamento Técnico a serem solicitadas (um planilha modelo pode ser utilizada para o cálculo, disponibilizada em www.fapesp.br/docs/formularios/forms/orcamentos_03-2018.xlsx);

c.5. Duração do projeto e estimativa das horas semanais de dedicação ao projeto do proponente de São Paulo, considerando o valor máximo referencial de 40hs/semana dedicadas somente a auxílios à pesquisa vigentes na FAPESP.

4.2 Sobre a submissão de propostas

a. Nenhuma informação ou documento devem ser encaminhados diretamente à FAPESP na data limite para o envio das propostas. Apenas o pesquisador líder de cada consórcio internacional encaminhará a proposta conjunta de acordo com as diretrizes do Belmont Forum disponíveis em www.belmontforum.org/wp-content/uploads/2018/04/SEI-2017-Call_Text_Final.pdf.

b. Após a fase de submissão da proposta, o pesquisador proponente do estado de São Paulo participante de um consórcio habilitado será contatado individualmente pela FAPESP para instruções sobre como irá encaminhar a documentação necessária através de um caminho específico no sistema on-line SAGe.

4.3 Condições Gerais sobre a chamada de propostas multinacional

a. O orçamento destinado pela FAPESP para esta chamada é equivalente a € 810.000 (oitocentos e dez mil euros);

b. Esta chamada apoiará projetos de pesquisa colaborativa de equipes multinacionais, por 4 anos. Os auxílios devem ter início entre janeiro de 2019 e até 1º de março de 2019;

c. O financiamento deve apoiar propostas que combinem contribuições significativas de equipes nacionais de pesquisa de pelo menos três dos países participantes;

d. Espera-se que as solicitações para esta convocação sejam feitas por meio de consórcios transnacionais de pesquisa, conforme definido na chamada do Forum Belmont, sendo que a FAPESP financiará o parceiro do estado de São Paulo que participa de uma proposta bem-sucedida;

e. Um pesquisador proponente da FAPESP só poderá estar inscrito em uma única proposta internacional a ser submetida, seja como um Pesquisador Líder ou como um participante nacional;

f. A FAPESP tem a responsabilidade final pelas decisões relativas às recomendações de financiamento para as propostas selecionadas e confirmará quaisquer restrições orçamentárias aos projetos apresentados antes da decisão final sobre a concessão das propostas e após o procedimento de análise descrito no texto principal da chamada de propostas em www.belmontforum.org/wp-content/uploads/2018/04/SEI-2017-Call_Text_Final.pdf.

4.4 Excepcionalidades à normas do Auxílio à Pesquisa Regular

a. Excepcionalmente para esta chamada, um Auxílio à Pesquisa Regular poderá ter duração máxima de 48 meses.

b. O valor orçamentário máximo permitido, excetuando as bolsas, é de R$ 100.000,00 por ano e deve incluir os valores aplicáveis de Reserva Técnica e Benefícios Complementares (overheads” - www.fapesp.br/rt).

c. Excepcionalmente para esta chamada, um bolsa de pós-doutoramento pode ser solicitada como item orçamentário somente se o proponente, enquanto supervisor da bolsa,atender aos critérios explicitados em www.fapesp.br/270#3.6.

c.1. As bolsas de pós-doutoramento serão implementadas conforme asnormas descritas em www.fapesp.br/dc/in14.

d. Bolsas de Treinamento Técnico de quaisquer níveis estão previstas como item orçamentário pela FAPESP, respeitando-se um valor total agregado de até R$ 350.000,00 (www.fapesp.br/bolsas/tt).

e. Demais despesas financiáveis a serem solicitadas à FAPESP estão limitadas aos itens a seguir, e devem estar relacionadas ao suporte para custos de pessoal, necessidades básicas para a pesquisa e despesas de mobilidade:

e.1. Material de Consumo conforme necessário para as atividades do projeto;

e.2. Viagens de campo e para coleta de dados;

e.3. Participação nas reuniões regulares do consórcio (“kick-off”, workshops anuais e reunião final) e intercâmbio de pesquisadores dentro do consórcio;

e.4. Visitas de curto a médio prazo (de 3 a 6 meses) dos pós-doutorandos financiados pela FAPESP à demais instituições do consórcio no exterior;

e.5. Computadores pessoais e notebooks limitados ao pesquisador proponente e aos bolsistas a serem financiados;

e.5.i. Excepcionalmente para esta chamada, outros itens de material permanente como equipamentos de laboratório, servidores, etc., não são elegíveis para financiamento da FAPESP.

e.6. Serviços de terceiros, incluindo licenças de software, de acordo com as regras usuais da FAPESP.

5 Propriedade Intelectual

Nos casos de propostas colaborativas bem-sucedidas, deverá ser assinado um “Termo de Convênio” (consortium letter of agreement) entre todas as instituições anfitriãs dos pesquisadores parceiros, incluindo a Instituição do estado de São Paulo. Este documento estabelece como os direitos de propriedade intelectual, a confidencialidade e as publicações serão tratados em conjunto, observando as políticas de cada uma das agências de financiamento e instituições anfitriãs envolvidas. Este documento é obrigatório e uma cópia assinada deve ser enviada à FAPESP antes do Termo de Outorga ser assinado pelo beneficiário.

6 Cronograma

Lançamento da chamada pelo Belmont Forum

16 de abril 2018

Data de encerramento para a consulta de elegibilidade à FAPESP

25 de junho de 2018

Data de encerramento para submissão de propostas ao BF

16 de julho de 2018

Divulgação dos resultados

a partir de dezembro de 2018

Início dos projetos concedidos

entre janeiro e março de 2019

Reunião de “kick-off”

1º de abril de 2019

Primeiro workshop de coordenação de todas os projetos

dezembro de 2019

Segundo workshop de coordenação de todas os projetos

dezembro de 2020

Terceiro workshop de coordenação de todas os projetos

dezembro de 2021

Reunião de fechamento

dezembro de 2022

7 Informações

a. Contato nacional na FAPESP:

Para pesquisadores interessados do estado de São Paulo: Alexandre Roccatto, Gerente de área Científica – Diretoria Científica - FAPESP: chamada-bf-sei@fapesp.br

b. Secretariado da chamada:

Para informações gerais: através do TPO (Theme Programme Office) da chamada SEI: sei-tpo@agencerecherche.fr