English version

Chamada de Propostas FAPESP – Agilent 2019


Sumário

 

Data limite:

10/02/2020

Apoio FAPESP:

Programa PITE

Duração máxima do projeto:

Até 36 meses (item 10)

Submissão:

As propostas deverão ser submetidas somente através do Sistema SAGE

Contato:

Patrícia Tedeschi – chamada_agilent@fapesp.br


 

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e a Agilent anunciam esta Chamada de Propostas e convidam pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior ou de Pesquisa, públicas ou privadas, do Estado de São Paulo, para apresentar propostas de pesquisa no âmbito do Acordo entre a FAPESP e a Agilent, de acordo com os seguintes fundamentos.

1. Fundamentos

O tema de interesse compartilhado pela Agilent e pela FAPESP para esta Chamada de Propostas é:

Biofarma – Vivemos em uma época de rápidos avanços no estudo de doenças e no desenvolvimento de novas terapias. Novas ferramentas levam a um novo entendimento que está revolucionando o desenvolvimento de bioterapêuticos. Os diagnósticos complementares estão nos levando para a era da medicina personalizada. Novas abordagens baseadas em uma compreensão profunda da biologia podem levar a novas curas para algumas doenças incuráveis.

Dentro desta área de foco, o objetivo é financiar projetos que possam avançar o estado da arte de medições para Biofarma, para a saúde humana, medicina veterinária e agricultura. Especificamente, há interesse ​​em encontrar maneiras de tornar a descoberta, o desenvolvimento e a fabricação de produtos biológicos e biossimilares mais rápidos, mais fáceis, mais sólidos e com maior qualidade. Isso inclui a caracterização de anticorpos monoclonais e aborda todas as fases do processo de fabricação: controle de qualidade de entradas, controle de processo, caracterização de saídas e autenticação. Nossos interesses abrangem a preparação de amostra, LC, LC/MS, Colunas, análises celulares, informática, desenvolvimento e gerenciamento de banco de dados, desenvolvimento e padronização de fluxo de trabalho e integração efetiva de serviços de apoio de medições analíticas sólidas e eficientes. A pesquisa que combina um trabalho acadêmico pioneiro, um parceiro de Biofarma com desafios analíticos e recursos de medição exclusivos da Agilent seria de interesse adicional.

As propostas bem sucedidas podem incluir o refinamento de instrumentos, o desenvolvimento de novos protocolos de medição, novas maneiras de analisar dados, a invenção de novos fluxos de trabalho ou a aplicação de técnicas existentes para gerar uma nova compreensão biológica no contexto desse enfoque específico.

2. Chamada de Propostas

Existem múltiplos desafios científicos e tecnológicos em busca do progresso no que diz respeito ao avanço das pesquisas relacionadas à biofarma no estado de São Paulo. Com esta Chamada de Propostas, a Agilent e a FAPESP apoiarão a pesquisa acadêmica e terão um grande interesse em abordagens interdisciplinares para as questões de pesquisa apresentadas no item 1, Fundamentos. O objetivo dos projetos de pesquisa acadêmica deve ser o avanço de última geração das tecnologias relevantes para a biofarma.

Os resultados esperados dos projetos de pesquisa incluem, mas não se limitam a publicações acadêmicas revisadas por pares, sites com informações para a comunidade acadêmica e apresentação de resultados em conferências acadêmicas.

Os projetos serão revisados ​​especificamente considerando o mérito dos seguintes objetivos de pesquisa:

1) Objetivos científicos ousados ​​e metodologia e objetivos sólidos.

2) Foco nos avanços tecnológicos relevantes, levando em conta as questões tecnológicas descritas nos pontos acima, que fornecerão benefícios em áreas como a biofarma.

Deve ser enfatizado que propostas criativas e originais são fortemente encorajadas.

3. Objetivos

O objetivo desta Chamada de Propostas FAPESP-Agilent é identificar, selecionar e apoiar pesquisas em nível mundial em tecnologias relacionadas à biofarma. Para fins desta Chamada de Propostas, a pesquisa acadêmica tem dois ingredientes essenciais: a criação de novos conhecimentos científicos e a comunicação de resultados na comunidade acadêmica mundial. Ambos os ingredientes são essenciais. Os projetos devem ter um impacto muito alto por meio de:

1. Pesquisa nova, criativa, interessante em biofarma;

2. Publicação e disseminação do conhecimento e de experiências para a comunidade acadêmica mundial.

4. Condições de participação

As condições de participação na Chamada de Propostas listadas abaixo serão aplicadas rigorosamente. Por favor, leia-as cuidadosamente. Propostas que violem alguma das condições não serão consideradas.

a) As propostas devem ser submetidas por pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa, públicas ou privadas sem fins lucrativos, no Estado de São Paulo;

b) Propostas que estejam incompletas, imprecisas, com orçamento além do máximo estabelecido, ou que de alguma forma não correspondam aos termos e condições desta Chamada, segundo análise pelo Comitê Gestor do Convênio FAPESP-Agilent, serão excluídas;

c) Atender às condições e restrições do Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), descritas no site www.fapesp.br/pite, excluindo as restrições e condições expressamente excluídas nesta Chamada.

5. Características das propostas de pesquisa

As propostas deverão buscar alguns ou todos os seguintes objetivos de pesquisa:

a) Soluções Novas e Criativas: A intenção não é aprovar projetos de engenharia incremental com um resultado garantido, mas sim propostas que explorem e criem novo conhecimento e tecnologia. A FAPESP e a Agilent encorajam abordagens ousadas, originais e não-convencionais para os desafios científicos e tecnológicos centrais nessa área.

b) Relevância Imediata: A FAPESP e a Agilent buscam projetos que sejam intensamente conectados a uma necessidade ampla da comunidade. Os objetivos devem ser específicos, mensuráveis e orientados a resultados com métricas tangíveis.

c) Potencial para Impacto Econômico: um projeto ideal terá o potencial de sustentabilidade além do prazo do financiamento proposto. Projetos com impacto econômico direto oferecem maior incentivo às partes interessadas para aprenderem e apoiarem as novas tecnologias.

d) Disseminação e Potencial para Publicação Acadêmica: os resultados da pesquisa devem ser amplamente comunicados para as comunidades científicas relevantes usando-se canais acadêmicos estabelecidos, como conferências internacionais e revistas científicas arbitradas. Todos os projetos selecionados devem gerar resultados que possam ser detalhadamente divulgados pela internet em publicações e apresentações eventos relevantes. Outros canais para a comunicação podem incluir workshops regionais, seminários de pós-graduação e itens curriculares como cursos ou materiais para cursos.

6. Recursos destinados a esta Chamada

O total de recursos disponível para atender as propostas selecionadas nesta Chamada de Propostas é do equivalente a R$ 800.000,00 sendo que 50% desse valor será fornecido pela FAPESP e 50% pela Agilent. Prevê-se a seleção de 1 a 3 propostas, com valores individuais entre R$ 200.000 a R$ 800.000,00. A adequação do orçamento proposto aos objetivos e à capacidade da equipe proponente são elementos importantes na análise e seleção das propostas. Além disso, A FAPESP e a Agilent se reservam o direito de propor orçamentos menores do que os solicitados para as propostas selecionadas.

7. Apresentação das Propostas

A proposta deve indicar claramente os problemas e as oportunidades a serem abordados e o impacto potencial se a pesquisa for bem-sucedida. Deve abordar especificamente os objetivos quantificáveis ​​listados nesta Chamada de Proposta e fornecer os principais pontos que reflitam o progresso em relação a eles.

A lista de documentos que devem ser submetidos está disponível no Sistema SAGE. Os documentos indicados devem ser apresentados em inglês, considerando as seguintes instruções.

Súmula Curricular FAPESP, em inglês, para o Pesquisador Responsável e para cada Pesquisador Principal e Pesquisador Associado da equipe. Instruções para elaboração da Súmula Curricular estão disponíveis em www.fapesp.br/en/6351.

Projeto de Pesquisa deve ser escrito em inglês e ter de 12 a 14 páginas (sem incluir bibliografia e orçamento), contendo as seguintes seções.

1. Folha de rosto {1 página}. Título da proposta, nome(s) do(s) autor(es), informações de contato, nome da instituição / instituto de pesquisa.

2. Resumo executivo {1 página}. Definir o problema / desafio que esta pesquisa abordará, os objetivos técnicos, os critérios de sucesso e a abordagem proposta.

3. Relevância e impacto de reivindicações {1-2 páginas}. Esta seção é o ponto central da proposta. Ele deve descrever sucintamente a singularidade e os benefícios não-incrementais do objetivo e abordagem de última geração e as atuais.

4. Justificativa técnica detalhada, abordagem e plano construtivo {3-5 páginas}. Detalhes da pesquisa proposta. As propostas devem abordar questões chave em Biofarma, e a justificativa deve incluir uma base de confiança para atender aos objetivos do programa.

As propostas devem fornecer uma indicação de como pretendem gerenciar os dados produzidos durante o projeto (em que o termo “dados” é usado em grande escala e inclui arquivos, algoritmos, softwares, amostras, modelos, material pedagógico e outros).

5. Plano de trabalho, cronograma, principais pontos, critérios de sucesso e resultados finais {2 páginas}. Descreva o escopo do trabalho, incluindo tarefas a serem executadas, cronograma, principais pontos, resultados finais e critérios de sucesso. Entende-se que este é um esforço de pesquisa exploratória e os cronogramas / resultados finais refletem intenções, em vez de um compromisso firme.

6. Equipe do projeto {1-2 páginas}. Descreva as qualificações dos membros da equipe com relação aos objetivos da pesquisa, seu nível de participação no projeto, bem como a experiência anterior em projetos de cooperação.

7. Outros apoios: {1 página}. Liste outras contribuições da Instituição Sede para este projeto (dinheiro, bens ou serviços), se houver, mas sem incluir itens como o uso de instalações da universidade, caso contrário, fornecidas de maneira contínua.

8. Bibliografia {ilimitada}

Bolsas solicitadas {ilimitada}. O orçamento proposto pode incluir custos para bolsas de Treinamento Técnico (TT), Participação em Curso (PC), Iniciação Científica (IC), Mestrado e Pós-Doutorado. As datas de término para cada bolsa devem ser durante ou antes da data final do projeto. Para cada bolsa solicitada, um plano de atividades de duas páginas deve ser submetido juntamente com a proposta de pesquisa. Os planos de trabalho devem incluir: Título para o projeto de pesquisa da bolsa, Problema / Desafio a ser tratado, Metodologia e Resultados Esperados. Não é necessário nomear o beneficiário da bolsa. Se a concessão for aprovada, o Pesquisador Responsável será responsável pela organização de um processo de seleção pública para selecionar os indicados para as bolsas por meio de um processo de revisão de mérito. As bolsas de TT devem conter as informações solicitadas no fapesp.br/tt.

Descrição do orçamento solicitado {ilimitado} . As propostas devem incluir um orçamento que justifique cada um dos itens solicitados, que pode ser qualquer um dos descritos em www.fapesp.br/1656. O orçamento deve ser preenchido na aba R$/US$ no Sistema SAGE e deve incluir o valor total do projeto. Não é necessário separar o orçamento solicitado entre a FAPESP e a Agilent.

IMPORTANTE: É necessário anexar três cotações para cada item de material permanente solicitado (nacional ou importado), cujo valor supere dez vezes o salário mínimo nacional, conforme instruções da FAPESP. Se não for possível obter as 3 cotações solicitadas, anexe uma carta de esclarecimento.

8. Análise e Seleção das Propostas

Uma equipe internacional e multidisciplinar de cientistas analisará as propostas. Por esse motivo, portanto, é muito importante que as propostas sejam escritas em Inglês, de forma clara e bem estruturadas. Propostas de difícil entendimento em Inglês podem ser mal compreendidas e receber avaliações inadequadas.

Os critérios utilizados serão aqueles aplicados para a seleção do Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica da FAPESP (PITE), também sendo analisado pelo Comitê Gestor da Cooperação FAPESP-Agilent.

Os pesquisadores participantes de qualquer proposta submetida não participarão do processo de análise e seleção.

Todas as propostas serão analisadas usando-se os seguintes critérios:

a) Aderência aos termos especificados nesta Chamada;

b) Originalidade e ousadia da proposta de pesquisa acadêmica em relação aos objetivos desta Chamada;

c) Qualidade do projeto de pesquisa, na especificação clara dos objetivos, dos desafios a vencer e dos meios e métodos científicos, técnicos e materiais para isso, em relação ao estado da arte no campo;

d) Qualidade e diligência da engenharia, incluindo a definição das interfaces, metodologia de testes e planos para implementação experimental;

e) Qualificações do pesquisador responsável e sua equipe, incluindo histórico anterior de trabalho em áreas relevantes para esta Chamada, conclusão bem-sucedida de projetos anteriores financiados, prêmios de ensino e publicações, todos esses itens sendo demonstrados nas súmulas curriculares dos pesquisadores da equipe.

f) Viabilidade da execução do projeto, incluindo a adequação dos recursos disponíveis, apoio institucional, razoabilidade dos cronogramas, quantidade e qualificações dos participantes, custos e o uso eficiente dos recursos solicitados;

g) Potencial para ampla disseminação e uso da propriedade intelectual criada, incluindo-se planos para publicações científicas, apresentações em conferências, websites, bem como planos para distribuição dos conteúdos em múltiplos formatos ou linguagens;

h) Formação de novos pesquisadores e profissionais propiciada pela execução do projeto.

9. Cronograma

Evento

Data

Lançamento da Chamada no portal da FAPESP

22/10/2019

Última data para recebimento de propostas

10/02/2020

Publicação dos resultados do processo de análise e seleção

13/07/2020

10. Duração do Projeto

Os projetos deverão ter a duração de, no máximo, 36 meses.

11. Resultado da Análise

Os resultados do processo de seleção serão divulgados no portal da FAPESP em www.fapesp.br e por meio de comunicado aos interessados.

12. Cancelamento da Concessão

A concessão do apoio financeiro poderá ser cancelada pela FAPESP por ocorrência, durante sua execução, de fato cuja gravidade justifique o cancelamento, a critério da FAPESP, sem prejuízo de outras providências cabíveis.

13. Concessão, Acompanhamento e Avaliação dos Projetos

Se a proposta for selecionada, será elaborado um Termo de Outorga pela FAPESP que deverá ser assinado pelo Pesquisador Responsável, pela Instituição Sede, pela FAPESP e por um representante legal da Agilent referente aos direitos e obrigações de cada parte.

Este Termo é semelhante ao Termo de Outorga padrão da FAPESP, com algumas modificações para permitir os compromissos da cooperação FAPESP-Agilent. O Termo completo pode ser encontrado em www.fapesp.br/en/6578. Os principais pontos do Termo são:

a) A concessão de apoio a um projeto pela FAPESP não gera nenhum tipo de vínculo empregatício entre os pesquisadores envolvidos no projeto e a FAPESP.

b) O prazo e os valores para liberação de verba serão mutuamente acordados entre o Pesquisador responsável e a FAPESP.

c) Qualquer equipamento ou materiais que você deseja adquirir para auxiliá-lo em sua pesquisa estará sujeito às leis brasileiras e aos requisitos de concessão de uso.

d) Você deve fornecer à FAPESP relatórios anuais de progresso. Esses relatórios serão compartilhados com o comitê gestor FAPESP-Agilent.

e) O Pesquisador Responsável de cada proposta selecionada e sua equipe de pesquisadores e estudantes são obrigados a participar de um workshop científico anual com os colegas de todos os outros projetos selecionados.

f) O Pesquisador Responsável notificará e obterá aprovação da FAPESP antes da publicação de quaisquer detalhes sobre o projeto de pesquisa, nos casos em que a publicação possa comprometer a proteção da propriedade intelectual.

f.1) Nesses casos, a FAPESP e a Instituição Sede trabalharão juntas para obter proteção oportuna para qualquer Propriedade Intelectual gerada pelo projeto e para permitir a publicação de resultados científicos.

g) O Pesquisador Responsável reconhecerá o apoio da FAPESP e da Agilent em qualquer publicação aprovada ou comunicado à imprensa referente ao seu projeto de pesquisa.

14. Direitos de Propriedade Intelectual

a) De acordo com a legislação brasileira, a Instituição Sede do projeto é a detentora da titularidade sobre toda propriedade intelectual gerada em um projeto de pesquisa.

b) O Pesquisador Responsável e a Instituição Sede do projeto são responsáveis por proteger a propriedade intelectual.

c) Caso o Pesquisador Responsável e a Agilent decidam realizar atividades de pesquisa em conjunto, a Instituição Sede do projeto e a Agilent serão titulares de todas as invenções resultantes. Os termos desta Propriedade Intelectual Conjunta deverão ser acordados mutuamente entre a Instituição Sede do projeto e a Agilent, segundo um acordo específico.

d) Devido ao apoio financeiro fornecido, a Instituição Sede do projeto deverá garantir à FAPESP e à Agilent licenciamento não-exclusivo, e sem royalties, de qualquer propriedade intelectual resultante do projeto financiado.

e) Se o projeto resultar em invenções patenteáveis, o Pesquisador Responsável deverá notificar a FAPESP de tal modo que a Agilent possa decidir se deseja negociar uma licença exclusiva. Os termos de tal licença exclusiva (royalties, etc.) serão acordados mutuamente. A Instituição Sede e o Pesquisador Responsável terão sempre o direito de usar a tecnologia para fins de pesquisa e ensino.

f) Caso a Instituição Sede venha a receber royalties por tecnologia criada como resultado do projeto, a FAPESP deve receber uma fração destes. Isso será estabelecido em um acordo separado.

14.1 Limitações na Propriedade Intelectual

a) Caso tenha a intenção de usar materiais preexistentes no projeto, o Pesquisador Responsável deve obter os adequados direitos de propriedade intelectual do proprietário de tal modo que as licenças à FAPESP e Agilent possam ser concedidas como descrito acima.

15. Informações e esclarecimentos

Por favor, envie quaisquer questões sobre esta Chamada de Propostas para chamada_agilent@fapesp.br.

Versão para impressão | URL: fapesp.br/13655