Detalhamento dos formulários para parecer de assessoria para Auxílios à Pesquisa – Projetos Temáticos

A partir de 01/03/2015, a análise das propostas de Auxílios à Pesquisa – Projetos Temáticos, a modalidade da FAPESP orientada ao apoio de projetos de pesquisa ousados e que buscam resultados de alto impacto científico, será feita pela assessoria ad hoc usando um formulário que detalha critérios em cada um dos quesitos analisados.

Os quesitos analisados continuam os mesmos: (I) o Projeto de Pesquisa proposto; (II) o Histórico Acadêmico do Pesquisador Responsável; (III) a qualificação a Equipe proposta; (IV) a qualidade do Apoio Institucional ao Projeto de Pesquisa; (V) o Orçamento solicitado.

Para cada um dos cinco quesitos, passa a ser solicitada manifestação quanto ao atendimento pela proposta de 20 critérios orientadores da análise, além de dez campos para avaliação em texto livre. Os critérios (C) e as avaliações (A) encontram-se elencados na tabela abaixo.

   

(I) Sobre o Projeto de Pesquisa

A.1) Em sua análise, qual o aspecto mais original ou inovador do projeto de pesquisa proposto?

A.2) Caso o projeto de pesquisa proposto seja bem-sucedido, quais os avanços que seus resultados trariam para a área de conhecimento em que se insere?

C.1) Projeto de pesquisa original, ousado, competitivo internacionalmente e perfeitamente apresentado.

C.2) Os desafios de pesquisa estão perfeitamente formulados e situados frente ao estado da arte e à literatura existente.

C.3) Os resultados têm grande possibilidade de expandir de forma significativa a fronteira do conhecimento na área e, portanto, de ter impacto científico muito relevante.

C.4) A metodologia descrita é convincente.

C.5) Pode-se esperar a publicação de resultados que serão fortemente citados pela comunidade na literatura da área.

C.6) O Projeto de Pesquisa pode ser realizado pelo pesquisador proponente e sua equipe no prazo previsto na proposta (lembramos que nem toda solicitação de financiamento para Projeto Temático prevê cinco anos de duração)

(II) Sobre o Histórico Acadêmico do Pesquisador Responsável

A.3) Quais são os trabalhos científicos, livros, capítulos de livros, ou patentes de autoria do Pesquisador Responsável, na área do projeto de pesquisa proposto e listados na súmula curricular, que tiveram maior impacto internacional?

A.4) Quais os principais resultados obtidos pelo proponente em concessões FAPESP anteriores? Por favor, analise com base no documento ‘Resultado de auxílios anteriores’, que integra a proposta.

C.7) Os resultados científicos publicados pelo Pesquisador Responsável na área de pesquisa do projeto proposto têm alto impacto científico.

C.8) Pesquisador com capacidade de liderança científica demonstrada.

C.9) Supervisionou pós-doutores em projetos bem sucedidos e alguns desses pós-doutores conseguiram posições permanentes em instituições de pesquisa destacadas internacionalmente.

C.10) Orientou doutorados, mestrados e estudantes de iniciação científica com resultados reconhecidos na comunidade.

C.11) Em sua atividade recente demonstra significativo intercâmbio internacional com grupos de excelência.

C.12) Seu trabalho tem visibilidade internacional, tendo o pesquisador apresentado palestras e conferências a convite em instituições e em eventos de renome.

(III) Sobre a Equipe proposta

A.5) Analise os nomes sugeridos pelo Pesquisador Responsável e indique quais se qualificam como Pesquisador Principal (devem ser considerados como PP somente os pesquisadores da equipe com excelente produtividade em pesquisa e cuja participação seja essencial para o desenvolvimento do projeto).

C.13) A contribuição de cada um dos Pesquisadores Principais está bem definida na proposta, a dedicação semanal de cada um é adequada aos objetivos e às tarefas propostas, e todos têm a qualificação científica adequada para cumprir com sucesso sua parte no projeto de pesquisa.

C.14) A equipe conta com participação adequada de pós-doutorandos. [Aplicável somente a propostas a serem desenvolvidas em instituições acadêmicas]

C.15) A equipe conta com participação adequada de estudantes de graduação e de pós-graduação. [Aplicável somente a propostas a serem desenvolvidas em instituições acadêmicas]

A.6) Em Projetos Temáticos, a FAPESP pode conceder bolsas de Capacitação Técnica (TT e PC), Iniciação Científica (IC), Doutorado Direto (DD) e de Pós-Doutorado (PD), conforme normas descritas em www.fapesp.br/2615, mediante avaliação das necessidades do projeto de pesquisa e do Plano de Atividades para cada bolsa solicitada. Por favor, analise a adequação da quantidade e dos planos de atividades propostos para as bolsas solicitadas como item orçamentário.

(IV) Sobre o Apoio Institucional

C.16) O apoio garantido pela Instituição Sede (ou pelas Instituições Sede) está bem explicitado na proposta (Anexo II) e atende perfeitamente à exigência da FAPESP para serviços administrativos e de gestão.

C.17) A infraestrutura para pesquisa (e pós-graduação, se for o caso) oferecida pela Instituição Sede (ou pelas Instituições Sede) permite o perfeito desenvolvimento do projeto de pesquisa proposto.

(V) Sobre o Orçamento Solicitado

C.18) Os equipamentos e materiais permanentes solicitados para a realização do projeto, levando-se em conta a infraestrutura disponível na instituição sede e a capacidade do solicitante e de sua equipe de utilizá-los, têm sua necessidade justificada na proposta. (Equipamentos nacionais ou importados, de valor superior a R$ 20.000,00)

A.7) Há Equipamentos e Materiais Permanentes para os quais a FAPESP possa ou deva classificar como Equipamento Multiusuário, solicitando o estabelecimento de uma sistemática de acesso a terceiros não envolvidos nesta Proposta?

C.19) Os itens de material de consumo solicitados para a realização do projeto têm sua necessidade justificada na proposta.

C.20) Os serviços de terceiros solicitados para a realização do projeto têm sua necessidade justificada na proposta.

A.8) Os Serviços de Terceiros são apenas de natureza técnica e eventual, conforme exigido pelas normas da FAPESP?

A.9) Em algum caso é razoável esperar que o serviço solicitado deva ser fornecido pela Instituição Sede do projeto, como contrapartida ao apoio da FAPESP?

A.10) Caso necessário ou oportuno, por favor, sugira valores alternativos para o orçamento.

(VI) Avaliação Geral da Proposta

a) Pontos fortes [campo de texto a ser preenchido pela assessoria]

b) Pontos fracos [múltipla escolha e campo de texto a ser preenchido pela assessoria]

c) Caso seu parecer seja restritivo quanto à concessão do auxílio na modalidade Projeto Temático, seria recomendável a concessão na linha regular de Auxílio à Pesquisa, em que são menores as exigências relativas à abrangência do tema e à qualificação da equipe?

d) Apreciação Geral da Proposta [campo de texto a ser preenchido pela assessoria]

Para cada um dos critérios (de 1 a 20), a assessoria deverá classificar o atendimento do quesito ao critério em uma das seguintes alternativas: Muito, Bastante, Razoavelmente, Pouco, Nada. A classificação escolhida deve ser justificada sucintamente pela assessoria. Para cada uma das avaliações (de 1 a 10), há espaço para manifestação em texto livre pela assessoria.

Como já é de costume, a assessoria poderá adicionar outros comentários no campo “Apreciação Geral da Proposta”.

Com esse detalhamento da orientação à assessoria espera-se obter, em um número maior de casos, a análise da assessoria sobre os critérios elencados, o que será de grande auxílio para o trabalho de análise nas coordenações de área e adjunta. Ao mesmo tempo, espera-se que a explicitação de critérios auxilie os proponentes na preparação de propostas de pesquisa.