Bolsa de TT-V em TI aplicada à Produção de Biocombustíveis Avançados

Level 5-Technical Training Fellowship in IT applied to Advanced Biofuel Procution

Nº: 3523

Área de conhecimento: Ciência da Computação

Field of knowledge: Computer science

Nº do processo FAPESP: 2016/50403-2

FAPESP process: 2016/50403-2

Título do projeto: BioValue – Valorização da cadeia produtiva descentralizada de biomassa visando a produção de biocombustíveis avançados: desenvolvimento e avaliação de rotas termoquímicas integradas à produção de biomassas e a rotas bioquímicas

Project title: BioValue – Whole chain decentralized biomass valorization to advanced biofuels: development and assessment of thermochemical routes integrated to biomass production and biochemical routes

Área de atuação: Desenvolvimento e automação de interfaces de comunicação para software aplicado a rotas termoquímicas para produção de biocombustíveis avançados

Working area: Development and automation of communication interfaces for software applied to termochemical routes for advanced biofuel production

Quantidade de vagas: 1

Number of places: 1

Início: 01/05/2020

Start: 2020-05-01

Pesquisador principal: Antônio Bonomi

Principal investigator: Antônio Bonomi

Unidade/Instituição: LNBR/CNPEM

Unit/Instituition: LNBR/CNPEM

Data limite para inscrições: 31/03/2020

Deadline for submissions: 2020-03-31

Publicado em: 06/03/2020

Publishing date: 2020-03-06

Localização: CNPEM – R. Giuseppe Maximo Scolfaro, 10.000, Campinas

Locale: CNPEM – R. Giuseppe Maximo Scolfaro, 10.000, Campinas

E-mail para inscrições: antonio.bonomi@lnbr.cnpem.br

E-mail for proposal submission: antonio.bonomi@lnbr.cnpem.br

  • Resumo

    O projeto BioValue, apoiado pela FAPESP, objetiva explorar as sinergias existentes para a integração da produção de biomassa, a configuração de rotas industriais de transformação e para a logística voltada à cadeia de produção de combustíveis avançados.

    Os simuladores de processo possuem tipicamente um conjunto de operações unitárias padrão (modelos de reatores, por exemplo). Para serem integrados como um modelo base num ambiente CAPE-OPEN de simulação ajustado, os modelos desenvolvidos in-house (como unidades de gaseificação) devem ser adaptados para se ajustarem aos padrões CAPE-OPEN. Esta adaptação baseia-se em tecnologias de software universalmente reconhecidas, como é o caso da COM/DCOM, CORBA e, mais recentemente, .NET, um framework de desenvolvimento multiplataforma.

    O Plano de Pesquisa desta bolsa técnica será dividido nas seguintes fases específicas:

    (1) Desenvolvimento de interfaces de comunicação usando padrões CAPE-OPEN para integrar modelos desenvolvidos in-house em simuladores de processo comerciais;

    (2) Desenvolvimento de interfaces de comunicação automatizadas para diferentes ferramentas de simulação e avaliação: Aspen Plus (simulação de processo industrial), SimaPro (avaliação ambiental) e planilhas Excel (avaliação econômica, social e logística) inseridas na BVC – plataforma de avaliação integrada de biorrefinarias construída e operada pelo LNBR/CNPEM.

    Informações sobre perfil e condições da Bolsa FAPESP de Treinamento Técnico nível V: www.fapesp.br/3098.