Bolsa de PD em Planejamento de Transportes

Post-doctoral fellowship in Transport Planning

Nº: 1324

Área de conhecimento: Engenharia

Field of knowledge: Engineering

Nº do processo FAPESP: 2015/50129-5

FAPESP process: 2015/50129-5

Título do projeto: DEPICT: Desenho e Implantação de Políticas para incentivo a viagens não motorizadas

Project title: DEPICT: DEsigning and Policy Implementation for encouraging Cycling and walking Trips

Área de atuação: Planejamento de Transportes - Transporte Não Motorizado

Working area: Transport Planning - Non Motorized Transport

Pesquisador principal: Antônio Nélson Rodrigues da Silva

Principal investigator: Antônio Nélson Rodrigues da Silva

Unidade/Instituição: USP / São Carlos

Unit/Instituition: USP / São Carlos

Data limite para inscrições: 15/01/2017

Deadline for submissions: 2017-01-15

Publicado em: 03/11/2016

Publishing date: 2016-11-03

Localização: Av. Trabalhador São-carlense, 400 São Carlos

Locale: Av. Trabalhador São-carlense, 400 São Carlos

  • Resumo Summary

    Bolsa de Pós-doutorado vinculada ao Projeto Temático da FAPESP 2015/50129-5 intitulado "DEPICT: Desenho e Implantação de Políticas para incentivo a viagens não motorizadas".

    A oportunidade é para trabalhar junto ao Grupo de Planejamento de Transportes do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP-São Carlos), sob a supervisão do Prof. Antônio Nélson Rodrigues da Silva.

    Os modos de transporte a pé e bicicleta são os mais sustentáveis para áreas urbanas e deveriam estar no centro da transição para sistemas de mobilidade com baixa emissão de carbono. Isso se justifica pelo fato de que os modos a pé e bicicleta podem melhorar a expectativa de vida, saúde e bem estar de cada habitante da cidade - independente do seu status socioeconômico, gênero, grupo étnico, idade - quase sem impactos negativos nas vidas dos demais habitantes. As pesquisas sobre como os modos a pé e de bicicleta podem ser encorajados nas cidades vêm aumentando, o que tem resultado em diversas ideias promissoras. No entanto, as percepções sobre o papel da infraestrutura no estímulo a esses modos ainda são limitadas, pois o seu foco é tipicamente para o lado "hardware", ou seja, ciclovias, passeios, projetos de bicicletas compartilhadas, desenho viário, desenho urbano, e assim por diante. O lado "software", que corresponde à governança, regulação, disponibilização da informação, manutenção e reparo, além de conhecimentos incorporados, "know-how", significados, valores, aspirações e emoções, nem sempre recebe a ênfase que merece. Além disso, as pesquisas estão frequentemente concentradas em cidades do hemisfério norte e presumem ideias e conceitos que surgiram nesses locais como universalmente válidos e facilmente transferíveis para cidades das demais regiões do planeta.

    Este projeto de pesquisa internacional é uma colaboração entre pesquisadores das universidades de Utrecht, São Paulo e Oxford. O projeto de pesquisa do grupo brasileiro envolve a análise das estratégias de planejamento adotadas nas cidades de São Carlos e São Paulo (SP), Groningen, Amsterdam e Houten (Holanda) e Londres (Inglaterra), no que se refere ao lado "hardware" (ciclovias, paraciclos) e "software" (políticas, práticas e apoio governamental), identificando formas bem sucedidas para estimular o uso da bicicleta. Mais especificamente, o projeto tentará: a) Medir em São Paulo a exposição ao ruído e níveis de estresse de ciclistas; b) Investigar o papel da perspectiva do usuário nas estratégias de planejamento adotadas pelos municípios estudados.

    O candidato conduzirá revisão bibliográfica, coleta de dados e análise de dados para as atividades principais da pesquisa. A investigação acerca das estratégias de planejamento será realizada com base em observação e consulta às prefeituras e outros grupos envolvidos no planejamento da mobilidade dos municípios. Entrevistas estruturadas e/ou grupos focais serão agendados com as partes interessadas. Um sensor móvel, espacialmente referenciado, será usado para medir a exposição ao ruído. Os níveis de estresse de ciclistas serão medidos por sensores que identificam funções corporais como indicadores de estresse.

    Adicionalmente, o candidato será responsável pela preparação de workshops para garantir o envolvimento das partes interessadas e aumentar a disseminação da pesquisa.

    Requisitos do candidato: Os candidatos devem ter concluído o doutorado em engenharia de transportes, engenharia civil, engenharia urbana, planejamento urbano/regional, geografia ou áreas afins, e possuir preferencialmente experiência com pesquisas relacionadas a modos de transporte não motorizados. Exige-se dedicação integral às atividades do projeto. A oportunidade é aberta internacionalmente e o candidato deve falar e escrever bem em inglês e deve ter algum conhecimento de português. Outras exigências também se aplicam, conforme normas da FAPESP em fapesp.br/bolsas/pd. A seleção será baseada no currículo dos candidatos e no potencial de contribuição para a área do Projeto Temático.

    Inscrição: Os interessados deverão encaminhar duas cartas de recomendação, uma carta de interesse, currículo, incluindo detalhes de pesquisas já realizadas. Todos os documentos deverão ser enviados até o dia 15 de janeiro de 2017, por e-mail, em um único arquivo em PDF, para Antônio Nélson Rodrigues da Silva (anelson@sc.usp.br). Questionamentos podem ser direcionados para o mesmo endereço eletrônico ou para Gustavo Garcia Manzato (gusmanzato@feb.unesp.br).

    Postdoc position (24 months) for FAPESP's Thematic Project 2015/50129-5 entitled "DEPICT: DEsigning and Policy Implementation for encouraging Cycling and walking Trips".

    The work will take place with the Transportation Planning Group of the Transportation Engineering Department from São Carlos Engineering School - University of São Paulo (USP-São Carlos), under the supervision of Prof. Antônio Nélson Rodrigues da Silva.

    Walking and cycling are the most sustainable modes of transport in cities and should be placed at the heart of a transition towards low-carbon urban mobility systems. This is because walking and cycling can improve the life chances and health and wellbeing of each city inhabitant - irrespective of their socioeconomic status, gender, ethnicity, age - with hardly any adverse impact on the lives of fellow inhabitants. Research on how walking and cycling in cities can be encouraged is burgeoning and provides many compelling insights. However, insights about the role of infrastructure in stimulating urban walking and cycling are limited because the focus is typically on the "hardware" of cycle lanes, sidewalks, bike sharing schemes, road design, urban design and so forth; the "software" of governance, regulation, information provision, maintenance and repair as well as the embedded knowledge, know-how, meanings, values, aspirations and emotions are not always given the emphasis they deserve. Moreover, the research is often set in cities in the global North and assumes insights and concepts that has emerged from there as universally valid and easily transferable to cities in the global South.

    This international research project is a collaboration of researchers at the universities of Utrecht, São Paulo and Oxford. The activities undertaken by the Brazilian team will analyze planning strategies adopted in the cities of São Carlos and São Paulo (São Paulo state), Groningen, Amsterdam and Houten (The Netherlands), and London (UK), at both "hardware" (pathways, parking) and "software" (policies, practices, governmental support) levels, identifying successful pathways for stimulating cycling. Specifically, this project will try to: a) Measure in São Paulo noise exposure and stress levels of cyclists; and b) Understand the role of user's perspectives in planning strategies adopted by the selected municipalities.

    The selected candidate will conduct literature review, data collection and data analysis for the main activities of the research. The investigation of the planning strategies will be carried through based on observation and consultation to municipalities and other stakeholders involved in the municipalities mobility planning. Structured interviews and/or focal groups will be scheduled with local stakeholders. A spatially referenced mobile sensor will be used to measure noise exposure. The stress level of cyclists will be measured through sensors that identify autonomic bodily functions as indicators for stress. Additionally, the candidate will be responsible for the preparation of workshops to guarantee stakeholders' involvement and raise the research dissemination.

    We are looking for a researcher with a PhD degree in the fields of transportation engineering, civil engineering, urban engineering, urban/regional planning, geography, or related disciplines, preferably with previous research experience related to non motorized transport modes. It is required full time dedication to the project's activities. The opportunity is open internationally and we ask for good written and spoken English, and preferably also Portuguese, language skills.

    Interested candidates should send two recommendation letters, a letter of interest, and résumé, including details of previous research activities. The material needs to be sent until January 15, 2017, in one PDF document, to Antônio Nélson Rodrigues da Silva (anelson@sc.usp.br). Enquiries can be directed to the same email address or to Gustavo Garcia Manzato (gusmanzato@feb.unesp.br).