Bolsa de Doutorado Direto em Metabolismo Energético

Direct Doctorate Fellowship in Energy Metabolism

Nº: 3121

Área de conhecimento: Fisiologia

Field of knowledge: Physiology

Nº do processo FAPESP: 2018/04956-5

FAPESP process: 2018/04956-5

Título do projeto: Impacto do Receptor de Estrogênio Alpha na Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica e Metabolismo Energético do Fígado

Project title: Impact of the estrogen receptor alpha on non-alcoholic fatty liver disease and energetic metabolism of the liver

Área de atuação: Metabolismo energético

Working area: Energy metabolism

Quantidade de vagas: 1

Number of places: 1

Pesquisador principal: João Paulo Gabriel Camporez

Principal investigator: João Paulo Gabriel Camporez

Unidade/Instituição: Instituto de Ciências Biomédicas/USP

Unit/Instituition: Instituto de Ciências Biomédicas/USP

Data limite para inscrições: 31/10/2019

Deadline for submissions: 2019-10-31

Publicado em: 26/08/2019

Publishing date: 2019-08-26

Localização: Av. Prof. Lineu Prestes, 1524 – ICB-I – Cidade Universitária, São Paulo

Locale: Av. Prof. Lineu Prestes, 1524 – ICB-I – Cidade Universitária, São Paulo

E-mail para inscrições: camporez@usp.br

E-mail for proposal submission: camporez@usp.br

  • Resumo Summary

    Uma vaga de doutorado direto, com bolsa pré-aprovada pela FAPESP, está aberta no âmbito do Projeto de Auxílio Jovem Pesquisador intitulado “Impacto do Receptor de Estrogênio Alpha na Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica e Metabolismo Energético do Fígado” (processo nº 2018/04956-5), o qual será sediado no Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas – Universidade de São Paulo. 

    Projeto

    Estilo de vida e o aumento do consumo de dieta rica em gorduras contribuem amplamente para o desenvolvimento de obesidade, resistência à insulina, diabetes tipo 2 (DM2) e doenças cardiovasculares. Além disso, doenças cardiovasculares associadas a complicações metabólicas, como resistência à insulina e obesidade, são menos prevalentes em mulheres jovens do que em homens na mesma idade ou mulheres na pós-menopausa. Diversos mecanismos são atualmente considerados como causadores da resistência à insulina, como metabolismo anormal de lipídios e acúmulo ectópico do mesmo, disfunção mitocondrial, além de inflamação e estresse de retículo endoplasmático.

    Uma das consequências do estilo de vida ocidental e dieta rica em gorduras é a Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA), que afeta cerca de 30% dos adultos e até 10% das crianças em países desenvolvidos. Nas últimas décadas, dados provenientes de estudos clínicos e experimentais revelaram que o estradiol (mais potente estrogênio) contribui enormemente para a homeostase glicêmica. De fato, a redução da concentração de estrogênio durante a menopausa é associada com o aumento de gordura visceral e, por sua vez, doenças metabólicas como resistência à insulina, DM2 e doenças cardiovasculares.

    Sendo o fígado um órgão central no desenvolvimento do DM2, o objetivo geral desse projeto é estudar (in vivo e in vitro) a função do receptor de estrogênio alpha (ERα) sobre o metabolismo energético hepático utilizando cultura celular primária de hepatócitos e animais com modulação da expressão do ERα no fígado (knockdown ou overexpression) através do uso de vírus adeno associado (AAV) para avaliação ou animais com deleção do ERα especificamente no fígado (sistema Cre-Lox). Esse projeto permitirá o estabelecimento de uma nova linha de pesquisa no departamento envolvendo o impacto da sinalização de hormônios sexuais, como o estradiol, sobre o metabolismo energético, além dos mecanismos envolvidos no desenvolvimento da DHGNA e possíveis alvos e novas abordagens para o desenvolvimento de tratamento/prevenção da DHGNA e DM2.

    Além disso, esse projeto permitirá o estabelecimento da técnica, considerada “padrão ouro”, de clamp hiperinsulinêmico-normoglicêmico em camundongos com o uso de traçadores radioativos para determinar possíveis alterações no metabolismo da glicose in vivo. O estabelecimento dessa técnica no departamento permitirá contribuir, com excelência, à alta demanda para fenotipagem de camundongos com relação ao metabolismo da glicose. 

    Inscrições

    A inscrição deve ser enviada por e-mail para João Paulo Camporez (camporez@usp.br) até o dia 31 de outubro de 2019, e deve incluir o seguinte: 

    • Carta de motivação (máximo de 1 página);
    • Currículo;
    • Duas cartas de recomendação.

    Candidatos(as) altamente motivados(as) e ambiciosos(as) são encorajados(as) a candidatar-se. Experiência e excelente histórico serão considerados uma vantagem. Em todos os casos, a capacidade de realizar o trabalho será a principal consideração e, portanto, encorajamos todos – independentemente de seu histórico pessoal e status – a se candidatarem.

    A direct doctoral fellowship approved by the São Paulo Research Foundation (FAPESP), is available within the scope of a Young Researcher Grant Project, entitled “Impact of Alpha Estrogen Receptor on Non-Alcoholic Fatty Liver Disease and Energetic Liver Metabolism,” (grant number # 2018 / 04956-5), which will be based in the Department of Physiology and Biophysics of the University of São Paulo’s Biomedical Sciences Institute (ICB-USP). 

    Project

    Lifestyle and increased consumption of high fat diets contribute greatly to the development of obesity, insulin resistance, type 2 diabetes (T2DM) and cardiovascular disease. In addition, cardiovascular diseases associated with metabolic complications such as insulin resistance and obesity are less prevalent in young women than in men of the same age or postmenopausal women. Several mechanisms are currently considered to cause insulin resistance, such as abnormal lipid metabolism and ectopic accumulation, mitochondrial dysfunction, and inflammation and stress of the endoplasmic reticulum.

    One of the consequences of Western lifestyle and high fat diet is Non Alcoholic Fatty Liver Disease (NAFLD), which affects about 30% of adults and up to 10% of children in developed countries. In recent decades, data from clinical and experimental studies have shown that estradiol (the most potent estrogen) contributes greatly to glycemic homeostasis. In fact, decreased estrogen concentration during menopause is associated with increased visceral fat and, in turn, metabolic disorders such as insulin resistance, T2DM, and cardiovascular disease.

    Since the liver is a central organ in the development of T2DM, the general objective of this project is to study (in vivo and in vitro) the function of the estrogen receptor (ERα) on hepatic energy metabolism using primary cell culture of hepatocytes and animals with modulated expression of ERα in the liver (knockdown or overexpression) by the use of adeno-associated virus (AAV) for evaluation or ERα-deleted animals specifically in the liver (Cre-Lox system). This project will allow the establishment of a new line of research in the department involving the impact of sex hormone signaling, such as estradiol, on energy metabolism, the mechanisms involved in the development of NAFLD and possible targets and new approaches to treatment development. / prevention of NAFLD and T2DM.

    In addition, this project will allow the establishment of the “gold standard” technique of hyperinsulinemic-normoglycemic clamp in mice using radioactive tracers to determine possible changes in glucose metabolism in vivo. The establishment of this technique in the department will make it possible to contribute, with excellence, to the high demand for mouse phenotyping in relation to glucose metabolism. 

    Registrations

    The application must be emailed to João Paulo Camporez (camporez@usp.br) by October 31, 2019, and must include the following: 

    • Motivation letter (maximum 1 page);
    • Curriculum;
    • Two letters of recommendation. 

    Highly motivated and ambitious candidates are encouraged to apply. Experience and excellent track record will be considered an advantage. In all cases, the ability to do the job will be the primary consideration and we therefore encourage everyone – regardless of personal history and status – to apply.