Nova chamada para agências de internacionalização no Tecnova III

10 de junho de 2024

A FAPESP anuncia o lançamento da segunda rodada para credenciamento de instituições que operacionalizem programas de internacionalização de empresas. O objetivo é a prestação de serviços para startups do estado de São Paulo. Serão selecionadas organizações para o fornecimento de programas de internacionalização para empresas beneficiárias do Tecnova III.

O Tecnova III possui dotação de recursos específicos para internacionalização das empresas beneficiárias, o que será feito no momento em que as empresas contratarem os serviços dos fornecedores credenciados no âmbito da chamada.

O programa tem por objetivo apoiar, por meio de recursos de subvenção econômica (recursos não-reembolsáveis), o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e/ou processos inovadores de empresas brasileiras para o incremento dos setores econômicos considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública de inovação de cada unidade da federação.

As propostas devem ser encaminhadas por e-mail até às 18 horas de 15 de julho de 2024. São pré-requisitos que as pleiteantes tenham atuação comprovada em São Paulo e demonstrem ter feito internacionalização de no mínimo dez empresas.

A chamada reserva no máximo até R$ 27 mil por empresa para financiar a contratação de agências de internacionalização, sendo R$ 18 mil oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e o restante aportado como contrapartida pela FAPESP.

A proposta de internacionalização de empresas deve seguir duas etapas: a primeira é uma trilha básica, constituída pela organização de webinars, cursos e mentorias sobre como planejar a inserção internacional e elaborar estratégias internacionais para negócios inovadores.

Na segunda etapa, a trilha avançada, os pleiteantes devem ser capazes de traçar estratégias de prospecção de mercados e identificação de vantagens competitivas em contexto internacional; formular táticas para escalonamento do negócio a partir da captação de investimentos e diferentes formas de articulação societária; e problematizar questões práticas em administração como marketing, venda, distribuição, otimização e licenciamento da tecnologia e abertura de novas unidades.

A FAPESP divulgará em 20 de agosto os resultados preliminares, após o que as candidatas terão dez dias corridos para interpor recurso. O resultado final das chamadas será conhecido em 20 de setembro, e as credenciadas poderão celebrar contrato de prestação de serviço tanto com beneficiárias do Tecnova III quanto com as de outros programas a serem criados pela FAPESP.

A chamada está publicada em: fapesp.br/16842 e em fapesp.br/pipe/chamada-24-2024.

 

(foto de Malachi Witt em Pixabay)