Chamadas de Propostas

Chamada de Propostas Conjuntas: FAPESP, ANII, CONICET e IDRC 2021 - Inteligência artificial para gestão de crises e construção de resiliência

Guidelines para os pesquisadores do estado de São Paulo.

Edição no item 9) realizada em 10/08/21.

Chamada completa em https://www.anii.org.uy/apoyos/investigacion/273/inteligencia-artificial-para-el-manejo-de-crisis-y-la-construccion-de-resiliencia/


Lançamento da chamada:

26 de julho de 2021

Data limite de submissão:

12 de setembro de 2021

Divulgação dos resultados:

30 de novembro de 2021

Início dos projetos – FAPESP:

01 de janeiro de 2022

Modalidade de Apoio:

Auxílio à Pesquisa – Regular

Duração máxima dos projetos:

24 meses

Elegibilidade – FAPESP:

Pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior e Pesquisa no estado de São Paulo

Submissão:

Para a FAPESP via SAGe e para a ANII através do e-mail inteligenciaartificial@anii.org.uy

Contato na FAPESP:

chamada-globalstars@fapesp.br

Contato nas demais agências:

Escritório de Cooperação Internacional da CONICET:coopint@conicet.gov.ar
Unidade de Cooperação ANII (dúvidas relacionadas ao IDRC devem ser também enviadas a esse contato) - cooperacion@anii.org.uy


1. Contexto

A Agência Nacional de Pesquisa e Inovação (ANII) do Uruguai, o Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET) da Argentina, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e o Centro Internacional de Pesquisa em Desenvolvimento (IDRC) lançam uma Chamada Conjunta de Propostas na área de Inteligência Artificial (IA).

Esta primeira Chamada visa a submissão de projetos em IA relacionados a Dados Geoespaciais (DG) para o desenvolvimento de sistemas regionais inteligentes.

Os países da América Latina fizeram progressos na incorporação de seus DG em Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE) em seus Sistemas de Informações Geográficas (SIG), conforme disponibilizado em http://www.idesp.sp.gov.br/, https://inde.gov.br/, https://www.idera.gob.ar/, e https://www.gub.uy/infraestructura-datos-especiales/.

No entanto, apesar do progresso aparente, nota-se que as comunidades científicas e acadêmicas em torno do tema ainda são pequenas em comparação às comunidades de outras disciplinas e, em alguns casos, ainda não atingiram a transversalidade desejada, dado o potencial impacto que a Inteligência Artificial pode trazer para quase todas as áreas. Considerando o papel que a IA tem nas estratégias de desenvolvimento de todos os países, é essencial aumentar e fortalecer as capacidades existentes e aumentar a massa crítica disponível por meio da cooperação regional dentro da América Latina e Canadá.

Assim, ao mesmo tempo em que busca promover o aumento do uso da capacidade da IA para a resolução de problemas críticos, essa Chamada também promove o fortalecimento da colaboração regional e da integração por meio da formação de consórcios internacionais como estratégia de médio a longo prazo para alcançar níveis mais elevados de desenvolvimento científico em benefício da comunidade regional.

2. Escopo Temático

Espera-se que os projetos contribuam para alcançar os objetivos supracitados, contribuindo, entre outras, para as seguintes questões:

a) Antecipar, reduzir e mitigar o impacto social e econômico de crises de grande escala originárias de diversas causas (pandemias e outras crises de saúde, desastres naturais ou instabilidades sociais entre outras causas);

b) Antecipar, reduzir e mitigar o impacto de crises ambientais e de saúde (como pandemias);

c) Gestão de recursos naturais de forma que contribua para modelos de produção sustentáveis e o cuidado com o meio ambiente;

d) Aspectos políticos e éticos do uso de dados geoespaciais.

A seguir, apenas alguns exemplos de temas para os quais os projetos podem fornecer perspectivas inovadoras (os candidatos podem propor outras áreas de ação):

• Identificação e mapeamento de populações vulneráveis para a concepção de políticas sociais;
• Antecipação de condições adequadas para o surgimento de pragas ou outros desastres naturais com o propósito de ativar sistemas preventivos;
• Modelagem climática;
• Identificação das culturas;
• Preparação para desastres naturais;
• Projeto de respostas eficientes às crises de saúde;
• Desenvolvimento socioeconômico das populações rurais.

Essas questões podem ser tratadas a partir de diferentes abordagens aos níveis de desenvolvimento e ao uso de dados geoespaciais, como por exemplo:

• Geração ou melhoria das bases de dados geoespaciais através de sua verificação (“ground-truthing”);
• Desenvolvimento ou melhoria de metodologias para análise de dados geoespaciais;
• Uso ou teste de modelos ou bancos de dados de vários usos (veja tópicos mencionados acima);
• Possibilidades de aumentar a escala ou escopo de modelos, bancos de dados ou metodologias para outros territórios e contextos;
• Desenvolvimento ou melhoria de instrumentos para uso das infraestruturas de dados, ou instrumentos que facilitem o uso das infraestruturas de dados em tempo real.

As propostas devem justificar claramente como a pesquisa se alinha ao escopo desta Chamada, particularmente nos casos em que as questões abordadas pelo projeto não se incluam em um dos temas listados acima.

Espera-se financiar um número aproximado de 5 projetos, respeitados os limites orçamentários de cada agência (disponibilizados na Chamada completa, em espanhol), com duração máxima de 24 meses.

Além do financiamento, os grupos poderão se beneficiar de atividades de capacitação e atividades conjuntas (como workshops, por exemplo) para, entre outras coisas, apoiar a criação de uma rede sustentável de pesquisadores em nível internacional dentro da América Latina e Canadá, facilitar a troca de dados e conhecimentos, apoiar esforços para influenciar políticas públicas e iniciativas de disseminação do conhecimento e apoiar iniciativas de promoção de IA responsável por impacto social.

3. Os grupos de pesquisa

Cada grupo de pesquisa deve compreender pesquisadores principais provenientes de instituições situadas em no mínimo dois (2) e no máximo cinco (5) territórios abrangidos pela agências participantes, sendo apenas um pesquisador principal por território:

a) Argentina, cujos pesquisadores serão financiados pelo CONICET;
b) Uruguai, cujos pesquisadores serão financiados pela ANII;
c) Estado de São Paulo, Brasil, cujos pesquisadores serão financiados pela FAPESP;
d) Outros países da América Latina, cujos pesquisadores serão financiados pelo IDRC;
e) Canadá, cujos pesquisadores também serão financiados pelo IDRC.

A CONICET e a FAPESP analisarão a elegibilidade do pesquisador principal de seus respectivos territórios e a ANII analisará a elegibilidade dos pesquisadores principais do Uruguai, Canadá e outros territórios da América Latina (inclusive outros estados do Brasil). O número de pesquisadores associados seguirá as regras de cada agência, como indicado no Anexo I da Chamada completa.

O consórcio de pesquisa deverá indicar um (1) pesquisador principal líder (lead PI), que será o responsável pela submissão da proposta colaborativa à ANII.

4. Condições de financiamento

Cada agência financiará os custos de seus grupos ou instituições elegíveis e o IDRC financiará aqueles que não são e/ou pertencem a outros países da região ou ao Canadá.

Como condição de acesso ao financiamento, os membros dos projetos selecionados participarão de um workshop de lançamento e integração a ser realizado nas primeiras semanas após o início dos projetos, com o objetivo de gerar melhores vínculos entre as equipes de pesquisa da região e buscar sinergias entre os projetos. O workshop será realizado presencialmente ou virtualmente, dependendo da situação sanitária, a ser decidido posteriormente entre as partes. Ao final dos projetos, será realizado um novo workshop com o objetivo de divulgar e dar visibilidade aos resultados obtidos. Os custos com este evento deverão fazer parte do orçamento solicitado a cada agência.

5. Submissão de Propostas

A data máxima para apresentação das propostas é 12 de setembro de 2021 à meia-noite (horário de Buenos Aires, Montevidéu e São Paulo). Todas as propostas devem ser submetidas à ANII pelo pesquisador principal líder do consórcio.

Adicionalmente, pesquisadores do estado de São Paulo pleiteando Auxílio da FAPESP para esta Chamada deverão submeter propostas à FAPESP (via SAGe), como pesquisadores responsáveis. Mais detalhes sobre a submissão à FAPESP estão na seção 5.1.

Todas as propostas devem ser enviadas à ANII em formato Word ou PDF para inteligenciaartificial@anii.org.uy. O nome do arquivo deve incluir os nomes dos pesquisadores responsáveis. Estas propostas deverão ser apresentadas no formato estabelecido no Anexo.

5.1 Pesquisadores do estado de São Paulo

A submissão de propostas à FAPESP será via SAGe, através do caminho: Nova Proposta Inicial > Chamadas vigentes > IDRC – Projeto de Pesquisa – Regular – Chamada de Propostas (2021). As propostas enviadas à FAPESP devem estar em português ou inglês.

Cabe ao pesquisador responsável pela proposta submetida à FAPESP garantir que os demais pesquisadores do consórcio, inclusive os pesquisadores principais dos demais territórios, sejam cadastrados no sistema SAGe e confirmem sua participação na proposta. Recomendamos que isso seja feito com suficiente antecedência em relação à data limite de submissão.

Atenção para a obrigatoriedade de preenchimento de todos itens marcados com *. É necessário submeter a proposta ao final do preenchimento. Proposta salva não significa proposta submetida.

No caso de dúvidas, na página inicial do SAGe, pode ser usado o link Manuais e, na página Manuais, buscar esclarecimentos na lista Manuais de Apoio aos Pesquisadores.

6. Elegibilidade

Todas as propostas serão analisadas para verificar sua elegibilidade à Chamada. Na FAPESP esta análise ocorre na chamada “fase de enquadramento”. As propostas consideradas elegíveis seguirão para análise do Comitê de Avaliação.

É de responsabilidade dos candidatos buscar informações sobre as condições de elegibilidade de cada agência de financiamento, disponíveis no Anexo I da Chamada completa.

Caso uma proposta não atenda aos requisitos de elegibilidade de uma das três agências (ANII, CONICET e FAPESP), os proponentes terão uma semana para a correção e, após, poderão ser consideradas pelas outras duas agências.

As propostas cujos pesquisadores não sejam considerados elegíveis por pelo menos 2 das agências participantes serão imediatamente devolvidas e não serão encaminhadas ao Comitê de Avaliação.

Os candidatos serão informados se sua proposta não for elegível.

6.1 Elegibilidade e itens financiáveis para a FAPESP

Na FAPESP, os pesquisadores elegíveis no âmbito da presente Chamada devem ser vinculados a uma Instituição de Pesquisa ou Ensino Superior sediada no estado de São Paulo, privada ou pública, e atender aos critérios de elegibilidade da modalidade Auxílio à Pesquisa Regular, descritos em www.fapesp.br/apr. Cada pesquisador pode participar de, no máximo, 2 propostas e em apenas uma delas pode ser indicado como Pesquisador Responsável.

A FAPESP cobrirá os custos para a equipe de pesquisa do estado de São Paulo até o valor máximo de R$ 150.000,00 por ano, por projeto. O financiamento e os custos elegíveis devem estar de acordo com as normas da FAPESP para o Auxílio à Pesquisa Regular (www.fapesp.br/apr).

O orçamento total incluirá o valor de Reservas Técnicas: parcela para “Custos de Infraestrutura Direta do Projeto” (15% do valor total solicitado), “Benefícios Complementares” (R$ 8.000,00 por ano para o Pesquisador Responsável), “Infraestrutura institucional de pesquisa” (10% do valor total solicitado), “Provisão para Importação” (www.fapesp.br/9131), se houver, e Bolsas como Item Orçamentário, se houver.

Este valor aparecerá como “Custo Total da Proposta (em R$)”:

Obs : Caso o Custo Total da Proposta (em R$) ultrapasse o limite de R$ 300.000,00, a submissão será automaticamente bloqueada pelo SAGe:

7. Avaliação de Projetos e Processo Seletivo

As propostas elegíveis passarão para a fase de Avaliação Técnico-Científica. Será formado um Comitê de Avaliação ad-hoc composto por 5 especialistas reconhecidos, um para cada agência de financiamento e um indicado por todas as agências em comum acordo.

A Comissão avaliará a relevância da proposta em relação aos objetivos da convocação. Para aqueles que forem relevantes, concederá até 100 pontos de acordo com os seguintes critérios:

- Aplicabilidade, Relevância e abordagem inovadora - Até 20 pontos

- Avaliação Técnica - Até 45 pontos

• Estrutura e consistência;
• Clareza e Viabilidade;
• Projeto de pesquisa e metodologia;
• Plano de trabalho;
• Histórico de instituições participantes e/ou pesquisadores.

- Aspectos éticos e responsáveis, relação com o tema IA - Até 10 pontos

- Valor agregado da colaboração entre equipes de pesquisa e países - Até 20 pontos

- Orçamento - Até 5 pontos

Após a avaliação haverá um ranking de projetos cujo financiamento será definido por comum acordo entre as agências participantes.

Para os projetos selecionados:

Cada instituição-sede do projeto, assim como o Pesquisador Responsável deve assinar um contrato com a agência de financiamento correspondente (exceto os pesquisadores da CONICET). As instituições cujos grupos são financiados pelo IDRC devem assinar um contrato com a ANII.

Cada agência vai monitorar o componente que financia nos projetos através de relatórios de acompanhamento e financeiro (na FAPESP, Relatório Científico e Prestação de Contas, ambos compromissos anuais).

8. Cronograma

Etapa

Data

Publicação da Chamada

26 de Julho de 2021

Data limite para submissão de propostas

12 de Setembro de 2021

Controle administrativo de propostas e critérios de elegibilidade

20 de Setembro de 2021

Avaliação de projetos

Setembro - Novembro

Divulgação dos projetos selecionados

30 de novembro de 2021

Data para início dos projetos

Dezembro 2021 - Fevereiro 2022*

*A CONICET iniciará a execução financeira dos projetos noventa (90) dias após a publicação dos resultados. Sem prejuízo disso, o projeto pode começar mais cedo.

*Os contratos com a ANII devem ser assinados antes do início dos projetos. Em caso de atrasos nas instituições que deveriam assinar os contratos que impedem o início antes do prazo final de fevereiro de 2022, o grupo envolvido não poderá participar e a viabilidade do projeto será avaliada.

9. Propriedade Intelectual

Em caso de aprovação, um Termo de Compromisso (“Letter of Agreement”) deverá ser firmado entre cada uma das Instituições de vínculo dos pesquisadores participantes do projeto e a Instituição de vínculo do Pesquisador do Estado de São Paulo, no qual se especificará como os direitos de propriedade intelectual, de confidencialidade e de publicações serão tratados em conjunto, respeitando as políticas de propriedade intelectual de cada agência financiadora e instituições sede. Espera-se que os custos relativos à gestão de propriedade intelectual sejam acordados entre as instituições de pesquisa, antes do início da mesma. A apresentação desse documento (“Letter of Agreement”) é obrigatória e deverá ocorrer antes da assinatura do Termo de Outorga, nos casos de financiamento pela FAPESP. Desde o início, cabe ao Pesquisador Responsável pela proposta submetida à FAPESP alertar os demais pesquisadores membros do projeto sobre a necessidade desse documento.

10. Contato

Para consultas, entre em contato com sua agência nacional:

País- Agência

E-mail de contato

Argentina - CONICET

coopint@conicet.gov.ar

Brasil - FAPESP

chamada-idrc@fapesp.br

Uruguai - ANII

cooperacion@anii.org.uy


ANEXO: FORMULÁRIO DE PROJETO

Formulário obrigatório a ser enviado para a ANII pelo pesquisador principal líder do consórcio, inclusive pelos pesquisadores do estado de São Paulo.

INTELIGENCIA ARTIFICIAL PARA EL MANEJO DE CRISIS Y LA CONSTRUCCIÓN DE RESILIENCIA

BASES

ANEXO: FORMULARIO DEL PROYECTO

A. Información General

A1 Título del Proyecto

A2 Área/s de Conocimiento vinculada a la convocatoria

A3 Objetivos del Proyecto

A4 Resumen Publicable (máximo 300 palabras)

A5 Investigadores Principales (indicar cuál es el PI y cuál/es Co-PIs) de instituciones de al menos dos de los países o regiones participantes (Uruguay, Conicet Argentina, San Pablo, Brasil):

Investigador 1 (PI)

Investigador 2 (Co-PI)

Investigador 3 (Co-PI)

País

Institución / Lugar de trabajo

Nombre y Apellido

Cargo que Ocupa

Categoría CIC CONICET (solo investigadores Conicet)

Teléfono

E-mail

A6 Co- Investigadores Principales (Co-PI) de otros países o regiones: (Canadá, Argentina no CONICET, Brasil no San Pablo y otros países de Latinoamérica y Caribe). Máximo 5 instituciones entre A5 y A6

Investigador 1

Investigador 2

Investigador 3

País

Institución / Lugar de trabajo

Nombre y Apellido

Cargo que Ocupa

Teléfono

E-mail

A7 Integrantes de los Grupos de Investigación (completar por cada integrante)

Nombre y Apellido

País

Lugar de trabajo

Rol en el proyecto

Status científico (becario/a doctoral, becario/a posdoctoral, investigador, etc.)

*para el caso de Argentina, indicar si pertenece o no a CONICET

Investigador 1

Investigador 2

Investigador 3

Cv resumido (máx 300 palabras)

Link adicional a perfil/cv público

Investigador 1

Investigador 2

Investigador 3

B. Descripción del Proyecto

B2. Objetivos, antecedentes nacionales e internacionales, descripción del problema, metodología y contribución de cada institución participante. Describir las principales características del proyecto de investigación, detallando el tema central a investigar y justificando su aporte en la materia. (1500 palabras máximo)

B3. Alcance del proyecto

B4. Resultados Esperados / Impacto. Indicar los impactos del proyecto en términos económicos, sociales, ambientales, u otros. Contribuciones para el avance del conocimiento, la formación de recursos humanos, nuevas capacidades científico-tecnológicas, etc.

B5. Riesgos. Identificar los riesgos que podrán presentarse durante la ejecución del proyecto, así como las acciones a realizar para su mitigación.

B6 Cronograma de ejecución con principales hitos.

Actividad /Mes

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

B7. Contribuciones destacando el rol de cada grupo de investigación.

B8. Interés Regional: indicar cómo las actividades estimularán la colaboración entre los distintos grupos participantes.

B9. Información Adicional

Experiencia de los coordinadores en proyectos de cooperación

Antecedentes de trabajo conjunto

Perspectivas de colaboración a futuro

Referencias bibliográficas

B10. Aspectos Éticos y Principios de la IA Responsable

C. Presupuesto Resumen

RESUMEN DEL PRESUPUESTO COMPLETO

Rubro

Descripción

Monto ANII

Monto IDRC

Monto CONICET

Monto FAPESP

Total

Consulte los rubros financiables por cada agencia y por IDRC en el ANEXO 1 de las bases.

C1. Otros aportes.

PLANILLA PRESUPUESTO CONICET

MOVILIDADES INTERNACIONALES

NOMBRE Y APELLIDO DEL/LA BENEFICIARIO/A

INSTITUCIÓN DE ACOGIDA Y PAÍS DE DESTINO

Breve justificación de la movilidad (acorde a lo indicado en el proyecto)

Fecha tentativa de viaje

Duración de la estadía

1)

2)

GASTOS DE INVESTIGACIÓN (máx ARS 400.000 por año)

Gastos corrientes

Gastos de capital

TOTAL

DETALLE

Monto

Detalle

Monto

1er año

2do año

PLANILLA PRESUPUESTO FAPESP

Orçamento

Benefícios

Itens

Valor (R$)

Valor (US$)

Capital

Material Permanente

0

0

Custeio

Despesas de Transporte

0

0

Diárias

0

0

Material de Consumo

0

0

Serviços de Terceiros

0

0

Reserva Técnica - Benefícios Complementares

0

0

Reserva Técnica - Custo de Infraestrutura Direta do Projeto

0

0

Provisão para Importação

0

0

Total

0

0

Quotas de Bolsa

Modalidade / Nível

Carga Horária

Duração (Meses)

Quantidade

Nenhuma quota solicitada.

Bolsas como Item Orçamentário

0

Reserva Técnica Institucional

0

Custo Total da Proposta (em R$) *

0

PLANILLA PRESUPUESTO ANII

Rubro

Año 1

Año 2

Total

Contraparte

1º trimestre

2º trimestre

3º trimestre

4º trimestre

1º trimestre

2º trimestre

3º trimestre

4º trimestre

ADM - Gastos por Administración (*)

BIB - Material Bibliográfico

CAP - Capacitación

CON - Consultores

DIF - Promoción y Difusión (**)

DIV - Divulgación de Resultados

IMP - Imprevistos (***)

INS - Materiales e Insumos

EQL - Equipamiento de Laboratorio

EQO - Otros Equipos

PAS - Pasajes

PPI - Protección Propiedad Intelectual

PRF - Profesores Visitantes

SER - Servicios

SOF - Software

TEC - Personal Técnico

VIA - Viajes y Estadías

TOTAL

PLANILLA PRESUPUESTO ANII Y IDRC

Rubro

Año 1

Año 2

Total

Contraparte

1º trimestre

2º trimestre

3º trimestre

4º trimestre

1º trimestre

2º trimestre

3º trimestre

4º trimestre

ADM - Gastos por Administración (*)

BIB - Material Bibliográfico

CAP - Capacitación

CON - Consultores

DIF - Promoción y Difusión (**)

DIV - Divulgación de Resultados

IMP - Imprevistos (***)

INS - Materiales e Insumos

EQL - Equipamiento de Laboratorio

EQO - Otros Equipos

PAS - Pasajes

PPI - Protección Propiedad Intelectual

PRF - Profesores Visitantes

SER - Servicios

SOF - Software

TEC - Personal Técnico

VIA - Viajes y Estadías

TOTAL

D. Instituciones

Descripción de cada institución (máximo 250 palabras por cada una)

E. Documentos a adjuntar

1. Sólo para grupos de instituciones que no son elegibles por las agencias participantes (ANII, CONICET y FAPESP) : carta de aval del organismo nacional de CyT correspondiente. En los países del primer grupo para los cuales se solicite fondos de la contrapartida, se exige también una carta que detalle el compromiso presupuestal, contraparte de los fondos que solicitan a IDRC. Si se trata de fondos de contrapartida en especie, se debe justificar y explicar el valor y la relevancia de ellos para actividades puntuales del proyecto.

2. Cartas de aval de las instituciones del PI y del Co-PI (firmada por la máxima autoridad del lugar de trabajo).

3. Para grupos de Uruguay solamente: Declaración jurada que especifique la cantidad de horas que tiene asignadas cada investigador nacional del proyecto en cada institución donde trabaja.

4. CV de PI y Co PI ( Uruguayos deberán adjuntar su CVuy en formato PDF)