Eventos

Novo Relatório do IPCC WG1-AR6: Implicações para o Brasil e o planeta

No dia do lançamento mundial das contribuições do Grupo de Trabalho 1 (WG1) para o Sexto Relatório de Avaliação – AR6, do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), que sintetiza o conhecimento sobre as bases físicas das ciências relacionadas ao clima, o Programa FAPESP de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais promove um webinário para apresentar os resultados e seus impactos aos sistemas naturais e sociais. Também serão analisadas as perspectivas que o novo documento traz para as ações necessárias ao enfrentamento das mudanças climáticas globais no Brasil e no planeta.


ABERTURA
Jean Ometto, membro da coordenação do Programa FAPESP de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais

CONVIDADOS
Lincoln Alves, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), autor-líder do novo Atlas de Mudanças Climáticas
Paulo Artaxo, Programa FAPESP de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais, autor-líder do capítulo 6
Thelma Krug, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), vice-presidente do IPCC

MODERADOR
Herton Escobar, Universidade de São Paulo (USP), Jornalista

Inscrições

Ao vivo

Participe do webinário enviando sua pergunta para mcg-webinario@fapesp.br

Acompanhe a transmissão pelo canal da Agência FAPESP no You Tube

As perguntas serão respondidas durante o evento.

Não haverá emissão de certificados/declaração de presença para os eventos transmitidos pelo YouTube.


Mudanças Climáticas 2021: a Base das Ciências Físicas

O IPCC publica em 9 de agosto sua nova avaliação do estado climático de nosso planeta, com o lançamento do relatório do Grupo de Trabalho 1, no Sexto Relatório de Avaliação do IPCC. O documento “Mudanças Climáticas 2021: a Base das Ciências Físicas” consiste na compilação e análise atual da ciência das mudanças climáticas, em uma época de agravamento da crise climática. O relatório analisa as mudanças ocasionadas pelas emissões de gases do efeito estufa e aerossóis na atmosfera, as alterações observadas nas áreas continentais e oceanos; o aumento no nível dos mares; derretimento de geleiras; alterações na biogeoquímica dos ecossistemas, ciclo de carbono, modelagem e projeções climáticas, perspectiva histórica e paleoclimáticas sobre as alterações climáticas, causas e atribuição.

O Programa Mudanças Climáticas FAPESP participa do lançamento mundial, no dia 9 de agosto, e divulga as principais conclusões e análises do novo relatório para a comunidade científica brasileira. Analisa também as implicações no novo relatório para as negociações climáticas da COP-26, e as ações que o Brasil precisaria implementar para minimizar o impacto em nossa sociedade.

Para entender o IPCC, seus Relatórios e Grupos de Trabalhos

Desde sua criação, em 1988, pelas Nações Unidas (ONU), o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) , produziu cinco grandes relatórios e vários documentos complementares importantes. Composto por 195 países, entre eles o Brasil, o IPCC recebe a contribuição voluntária de cientistas de todo o mundo como autores, contribuidores e revisores de seus relatórios. A compilação científica que o IPCC faz em seus relatórios é fruto do trabalho de milhares de pesquisadores em muitas áreas de pesquisa que contribuem com dados, análises e modelagens em todo o planeta. Dentre as conclusões apresentadas nos seus diversos documentos, destaca-se a atribuição clara e forte do papel das emissões antropogêncicas nas mudanças cilimáticas, e o enorme esforço que a sociedade terá que fazer para reduzir emissões e se adaptar ao novo clima. Os impactos socio-economicos da mudança climática serão elevados, particularmentes nos países em desenvolvimento. O potencial de aumentar as desigualdades sociais e econômicas em nosso planeta é grande.

No caso do Brasil, temos muitas vulnerabilidades importantes, como alterações na precipitação, avanço da desertificação do Nordeste, danos em nossa extensa área costeira, e degradação da floresta amazônica, entre muitos outras. O aumento dos eventos climáticos extremos estão impactando significativamente nossa sociedade.

O IPCC consiste em três Grupos de Trabalhos. O Grupo de Trabalho I é responsável pelas análises das bases físicas e científicas das mudanças do clima; o Grupo de Trabalho II pelo impacto da mudança do clima na sociedade e cossistemas, adaptação e vulnerabilidade; e o Grupo de Trabalho III analisa as estratégias de mitigação das mudanças climáticas. Os ultimso relatórios do IPCC dos 3 grupos de trabalhos são de livre acesso e podem ser acessados no site https://www.ipcc.ch. O quinto relatório (AR5) do WG1 lançado em 2013 pode ser acessado em: https://www.ipcc.ch/report/ar5/wg1/ . Mais informações sobre o relatório que será divulgado neste webinário da FAPESP podem ser obtidas em: https://www.ipcc.ch/report/sixth-assessment-report-working-group-i/.


Página atualizada em 09/08/2021 - Publicada em 30/07/2021