Chamadas de Propostas

FAPESP – IJC - CHAMADA DE PROPOSTAS 2022: Pesquisa em Deficiência Intelectual e Doenças da Triagem Neonatal Ampliada no País

Anúncio da chamada nos websites da FAPESP do Instituto Jô Clemente

12 de julho de 2022

Data limite para a submissão da pré-proposta

12 de setembro de 2022

Anúncio dos candidatos pré-selecionados pelo IJC para apresentação de propostas à FAPESP

24 de outubro de 2022

Data limite para apresentação de propostas à FAPESP

10 de fevereiro de 2023

Modalidades de apoio – FAPESP

Auxílio à Pesquisa – Jovem Pesquisador

Duração dos projetos

Até 60 meses

Elegibilidade

A consulta prévia de elegibilidade é obrigatória

Submissão

As propostas devem ser submetidas à FAPESP através do SAGe

Contatos

IJC: luciene.covolan@ijc.org.br, edward.yang@ijc.org.br
FAPESP: chamada-ijc@fapesp.br


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e o Instituto Jô Clemente (IJC), a antiga Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de São Paulo, anunciam oportunidade de financiamento para Jovens Pesquisadores em São Paulo, SP.

1. Introdução

A FAPESP e o Instituto Jô Clemente (IJC) convidam Pesquisadores a apresentar à FAPESP propostas para financiamento na modalidade Auxílio à Pesquisa – Jovem Pesquisador.

A parceria entre a FAPESP e o Instituto Jô Clemente visa fomentar a criação de novos grupos de pesquisas sobre a Deficiência Intelectual e as Doenças da Triagem Neonatal Ampliada no País, por meio do apoio a jovens pesquisadores de destaque.

A pesquisa deverá ser desenvolvida no departamento de Pesquisa do Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação do Instituto Jô Clemente.

O IJC, antiga APAE de São Paulo, é referência nacional na causa da deficiência intelectual há mais de 60 anos. Convictos do potencial das pessoas com deficiência intelectual, e do impacto positivo de sua inclusão social, vêm desenvolvendo ao longo dessas seis décadas, serviços e práticas reconhecidos nacional e internacionalmente, tendo como pilares a Prevenção e Promoção da Saúde, a Inclusão Social, a Defesa e Garantia de Direitos, Ciência e Inovação.

Em 2021, 354 mil bebês passaram pela Triagem Neonatal, com 2.836.062 testes realizados. Foram realizadas 17.855 consultas para 5.293 pessoas na Triagem Neonatal, 17.784 consultas para 6.267 pessoas no Ambulatório de Diagnóstico, 198.224 atendimentos terapêuticos para 2.164 crianças. Atende 300 alunos na educação inclusiva,104 pessoas no apoio psicopedagógico e incluiu 385 pessoas com deficiência intelectual no mercado de trabalho, com 90% de permanência. Atendem 376 pessoas na área de Longevidade, além de 14.226 atendimentos na área de Defesa e Garantia dos Direitos e 1.715 atendimentos a pessoas com deficiência no Centro de Apoio Técnico (CAT) da 1ª Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Preocupados com a causa da pessoa com deficiência intelectual, o IJC e a FAPESP lançam esta Chamada para expandir os conhecimentos atuais nas áreas de doenças raras e deficiência intelectual.

2. Tipo de financiamento oferecido nesta Chamada

Auxílio à Pesquisa – Jovem Pesquisador: Jovens cientistas com título de Doutor e trajetória de pesquisa de excelência após o doutoramento podem inscrever-se nesta Chamada, conforme normas da FAPESP relativas ao Programa Jovem Pesquisador, disponíveis em www.fapesp.br/jp. Os projetos de pesquisa devem ser cientificamente sólidos, visando real impacto na área de interesse da Chamada.

Este programa faz parte da estratégia da FAPESP para fortalecer e expandir instituições de pesquisa do estado, favorecendo a criação de novos grupos de pesquisa atuantes no estado-da-arte de áreas internacionalmente relevantes ou novas para o estado de São Paulo.

2.1 Requisitos: O candidato deve ter título de doutor, experiência bem-sucedida de pós-doutoramento por pelo menos 2 anos e demonstrar um claro potencial de liderança científica no seu campo. Deve demonstrar experiência bem-sucedida como pesquisador, após o doutoramento, em grupo de pesquisa fora do Brasil e internacionalmente competitivo.

Excepcionalmente, e a critério da FAPESP, pode-se aceitar proponentes com experiência internacional menor que 2 anos (mas sempre superior a 1 ano) após o doutoramento, desde que demonstrem ter uma boa rede de colaboração internacional com grupos excelentes, além de excepcional desempenho e potencial de liderança demonstrados durante o estágio internacional realizado. Um jovem pesquisador é um pesquisador independente e, como tal, não tem um supervisor. O projeto deverá ter o Instituto Jô Clemente como Instituição-sede.

2.2 Itens financiáveis no âmbito do Programa Jovem Pesquisador da FAPESP: Bolsa da FAPESP, na modalidade Jovem Pesquisador (JP); equipamentos; materiais de consumo; viagens relacionadas à pesquisa; bolsas de estudo para estudantes de graduação e de Doutorado; reserva técnica correspondendo a 15% do valor do Auxílio para despesas relacionadas às atividades de pesquisa.

2.3 Cessão da Base de Dados: Os dados obtidos como resultado da pesquisa financiada no âmbito desta Chamada serão de propriedade do Instituto Jô Clemente.

2.4 Duração: A duração do Auxílio JP é de 60 meses, com a possibilidade de prorrogação por até 12 meses adicionais em condições excepcionais e com justificativa aceita pela FAPESP. Excepcionalmente, a FAPESP também poderá analisar propostas com duração prevista inferior a 60 meses.

3. Áreas do conhecimento:

Com o objetivo de ampliar a base de conhecimentos sobre a Deficiência Intelectual e as Doenças da Triagem Neonatal Ampliada no País (conforme identificadas na Lei Federal 14.154 de 26 de maio de 2021), a presente Chamada de Propostas convida à apresentação de Propostas de Pesquisa em duas áreas do conhecimento e que apresentem pelo menos uma das seguintes abordagens:

3.1 Projetos de pesquisa e estudos com vistas à produção de soluções técnico-científicas que tenham por finalidade aplicar e disseminar práticas baseadas em evidências. Todos projetos deverão prever desdobramentos de seus resultados incluindo teste e avaliação da implementação de tecnologias de informação, além dos produtos e ou processos inovadores a serem utilizados na área de Equidade em Saúde, Educação e Assistência Social para benefício de Pessoas com Deficiência Intelectual no estado de São Paulo.

3.1.1 Levantamento epidemiológico referente às condições de saúde, educação e assistência social da Pessoa com Deficiência Intelectual, a partir das bases de dados do estado de São Paulo, utilizando ciência de dados e inteligência artificial;

3.1.2 Diagnóstico das condições de vulnerabilidade de Pessoas com Deficiência Intelectual no estado de São Paulo a partir de indicadores Socioeconômicos, Sociodemográficos, Saúde, Educação e Assistência Social;

3.1.3 Levantamento epidemiológico, a partir da coleta de dados primários, sobre Violação de Direitos para Pessoas com Deficiência Intelectual no Estado de São Paulo.

3.2 Doenças lisossomais que possuem Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT), com terapias aprovadas pela ANVISA e/ou manejo terapêutico de dores e comorbidades, incluídas ou não no SUS, que possam ou não ser alvo de inclusão na triagem neonatal ampliada no SUS.

3.2.1 Levantamento epidemiológico referente às condições e custos de tratamento, monitoramento de eficácia terapêutica, idade dos pacientes e prevalência (estado de São Paulo ou Brasil), através de construção e interpretação de banco de dados com foco na utilidade para gestores de saúde pública e custo-efetividade da triagem neonatal;

3.2.2 Estudo de investigação de patogenicidade de variantes genéticas em casos não elucidados de doenças lisossomais, utilizando ensaios funcionais para identificação de mecanismo causal e possível abordagem terapêutica;

3.2.3 Investigação de correlação genótipo-fenótipo, utilizando técnicas de sequenciamento de nova geração (NGS), para elucidação da expressividade variável em grupos específicos de doenças lisossomais, com foco em discussão sobre manejo terapêutico.

3.2.4 Desenvolvimento de teste in-house para Mucopolissacaridoses, com aplicação em diagnóstico de larga escala e estudo comparativo de custos em relação às metodologias comerciais atualmente disponíveis.

4. Apresentação da proposta:
Nesta Chamada, os candidatos deverão apresentar uma pré-proposta seguindo o formato deste formulário de pesquisa. Após análise, candidatos serão convidados a apresentar a proposta completa, conforme normas da FAPESP para o Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes, disponível em www.fapesp.br/4521, incluindo os formulários e documentação exigidos nessa modalidade.

5. Submissão da proposta de pesquisa

5.1 Pré-proposta de pesquisa e súmula curricular serão submetidas no SAGe (www.fapesp.br/sage) até o dia 12 de setembro de 2022.

5.2 Somente os candidatos que tenham sido pré-selecionados serão convidados a fazer a submissão do projeto de pesquisa completo, seguindo a documentação solicitada no SAGe, na data limite de 27 de janeiro de 2023.

5.3 A submissão das propostas para a FAPESP deverá ser, exclusivamente, via SAGe. Propostas apresentadas por quaisquer outros meios não serão aceitas.

5.4 As propostas que não estejam em conformidade com os termos das presentes orientações não serão qualificadas para análise.

5.5 Considerando o disposto na cláusula 2.5 do Acordo de Cooperação em Pesquisa assinado em 24 de novembro de 2017 entre a FAPESP e a APAE de São Paulo, disponível em www.fapesp.br/11513, serão selecionadas até 4 (quatro) propostas em cada Chamada de Propostas.

5.6 Os candidatos devem em contato com o IJC (edward.yang@ijc.org.br) para obter a descrição do parque de equipamento e a versão assinada da Manifestação do Dirigente e Anexo II. Os modelos para preenchimento estão disponíveis na seção ‘Documentos’ e são obrigatórios para submissão da proposta na plataforma SAGe.

6. Análise e seleção

6.1 Os candidatos serão pré-selecionados pelo Instituto Jô Clemente com base no alinhamento da área temática de seu projeto e também tendo em vista os requisitos da FAPESP quanto à elegibilidade (www.fapesp.br/jp) dos candidatos a essa modalidade de financiamento.

6.2 As propostas apresentadas à FAPESP pelos candidatos pré-selecionados serão analisadas por meio de um processo competitivo através do sistema seguido pela FAPESP de revisão por pares, que analisará o mérito e a relevância dos projetos de pesquisa de interesse e a excelência acadêmica dos candidatos.

6.3 A FAPESP e o IJC vão financiar até 4 projetos de pesquisa.

7. Cronograma

Anúncio da Chamada nos websites da FAPESP e do Instituto Jô Clemente

12 de julho de 2022

Data limite para a submissão da pré-proposta

12 de setembro de 2022

Anúncio dos Candidatos pré-selecionados pelo IJC para apresentação de propostas à FAPESP

24 de outubro de 2022

Data limite para apresentação de propostas completas à FAPESP

10 de fevereiro de 2023

Notificação das propostas bem-sucedidas

21 de julho de 2023

Os resultados finais serão anunciados tanto no website da FAPESP (www.fapesp.br) como no do Instituto Jô Clemente (www.ijc.org.br). Também será enviada aos interessados notificação direta dos resultados.8. Contrato das propostas selecionadas

8. Contrato das propostas selecionadas

As propostas selecionadas serão objeto de um acordo de pesquisa (Termo de Outorga), por escrito, a ser assinado pelo Pesquisador Responsável em São Paulo, pela FAPESP e pelo Instituto Jô Clemente.

9. Outras informações e pontos de contato para questões relativas a este Edital

Todas as questões relacionadas a este Edital deverão ser dirigidas a:

9.1 FAPESP:

Carolina Costa, chamada-IJC@fapesp.br.

9.2 Instituto Jô Clemente:

Profª Dra. Luciene Covolan, Coordenadora de Pesquisas, Instituto Jô Clemente, luciene.covolan@ijc.org.br.

Edward Yang, Gerente de Ensino e Pesquisa, Instituto Jô Clemente, edward.yang@ijc.org.br.