English version

Roteiro para elaboração da Súmula Curricular

Publicado em 4 de abril de 2019

A Súmula Curricular (SC) é o documento de referência fundamental para a análise das qualificações dos pesquisadores que solicitam ou que participam de solicitações de financiamento à FAPESP. A SC serve para que a assessoria científica ad hoc, as Coordenações de Área e as Coordenações Adjuntas da Diretoria Científica conheçam a experiência profissional do Pesquisador Responsável e dos membros da equipe de pesquisa.

Toda solicitação inicial apresentada à FAPESP deve vir acompanhada da Súmula Curricular do Pesquisador Responsável e, quando for o caso, das Súmulas Curriculares de cada um dos Pesquisadores Principais e Pesquisadores Associados. As solicitações de Bolsas de Doutorado e de Pós-Doutorado devem incluir a Súmula Curricular dos candidatos, além da súmula do orientador/supervisor. Nas solicitações de Bolsas de IC, MS e DD deve ser apresentada a Súmula Curricular do orientador.

A SC deve retratar a experiência profissional do pesquisador, seja ela acadêmica ou em institutos de pesquisa de missão dirigida, ou em pesquisa em empresas ou organizações sociais. Como pode ser visto no modelo abaixo, alguns quesitos aplicam-se a todos, alguns só a pesquisadores acadêmicos e outros são mais adequados a pesquisadores de empresas. Cabe aos interessados escolher que itens pretendem valorizar, podendo a súmula diferir conforme o tipo de Auxílio ou Bolsa almejado.

A Súmula Curricular deve ter até quatro páginas em papel A-4 com margens de pelo menos 2,5 cm do lado esquerdo e 2 cm nos demais lados, impressa com tipo de tamanho legível (Arial 10 pt ou Times New Roman 11 pt, por exemplo).

Caso a Súmula Curricular apresentada tenha mais de quatro páginas, só serão incorporadas ao processo em análise as primeiras quatro páginas.

A Súmula Curricular deve ser organizada em oito seções. Todas as seções deverão ser preenchidas, mesmo que com a expressão “NADA A DECLARAR”, se for o caso. As oito seções são:

1) Formação.

2) Histórico profissional, serviços e distinções acadêmicas e prêmios.

3) Lista de até 10 resultados de pesquisa mais relevantes, podendo ser artigos científicos, livros, capítulos de livros, palestras a convite, patentes (solicitadas, concedidas e especialmente as licenciadas), softwares registrados, cultivares, empresas de base tecnológica criadas, relatórios técnicos de projetos que liderou ou em que teve papel destacado, novos produtos, novos processos ou outros tipos de resultados de pesquisa documentados que considere estarem entre as 10 mais relevantes de sua carreira. Os itens deverão ser escolhidos a critério do interessado, entre aqueles que considerar mais significativos para a análise de sua produção científica e/ou tecnológica recente (principalmente nos últimos dez anos) e/ou as de maior relevância para documentar sua experiência e competência na área de conhecimento em que se insere o projeto proposto. Para cada item, inclua, quando for o caso, a quantidade de citações recebidas pelo item na literatura internacional (ISI, Scopus ou Google Scholar). Para auxiliar a assessoria e  os comitês na análise, inclua, em no máximo 4 linhas, outros elementos verificáveis que considerar adequados para ajudar a demonstrar o impacto do item (por exemplo: citação em patentes, licenciamento de patentes, utilização em bibliografia de cursos, impacto em políticas públicas, prêmios ao item,...). Por favor, use o padrão bibliográfico convencional em sua área e agrupe por categoria (p. ex., artigos, patentes, capítulos,..). Das listas com mais de 10 itens, a FAPESP somente utilizará no processo de análise os 10 primeiros.

4) Lista de financiamentos à pesquisa vigentes de qualquer agência governamental ou privada, empresa ou investidor.

5) Lista de orientações em andamento, com bolsas.

6) Indicadores quantitativos.

7) Link para página ORCID, MyResearcherID e/ou MyCitation (Google Scholar).
Para criar o perfil ORCID consulte: https://orcid.org/.
Para criar o perfil no ResearcherID veja: www.researcherid.com/SelfRegistration.action e http://ip-science.thomsonreuters.com/m/pdfs/rid_qec_jul09_web.pdf.
Para criar o perfil no MyCitations do Google Scholar consulte http://scholar.google.com e http://scholar.google.com.br/intl/pt-BR/scholar/citations.html

8) Outras informações. 

Modelo para Súmula Curricular

Nome:

1) Formação

Ano

Título ou atividade

Instituição

 

Graduação

 
 

Mestrado

 
 

Doutorado

 
 

Pós-Doutoramento

 
 

Outros cursos, treinamentos ou certificações (se for o caso)

 

2) Histórico profissional. Listar as principais posições profissionais que ocupou informando datas de início, término, e instituições (essas posições podem ser acadêmicas ou empresariais). Podem também ser listadas atividades associativas (participação em associações, federações, comissões temáticas/técnicas, conselhos de empresas/institutos/universidades), bem como atuação em empreendedorismo e startups.

3) Lista de até 10 resultados de pesquisa mais relevantes, podendo ser artigos científicos, livros, capítulos de livros, palestras a convite, patentes (solicitadas, concedidas e especialmente as licenciadas), softwares registrados, cultivares, empresas de base tecnológica criadas, relatórios técnicos de projetos que liderou ou em que teve papel destacado, novos produtos, novos processos ou outros tipos de resultados de pesquisa documentados que considere estarem entre as 10 mais relevantes de sua carreira. Os itens deverão ser escolhidos a critério do interessado, entre aqueles que considerar mais significativos para a análise de sua produção científica e/ou tecnológica recente (principalmente nos últimos dez anos) e/ou as de maior relevância para documentar sua experiência e competência na área de conhecimento em que se insere o projeto proposto. Para cada item, inclua, quando for o caso, a quantidade de citações recebidas pelo item na literatura internacional (ISI, Scopus ou Google Scholar). Para auxiliar a assessoria e os comitês na análise, inclua, em no máximo 4 linhas, outros elementos verificáveis que considerar adequados para ajudar a demonstrar o impacto do item (por exemplo: citação em patentes, licenciamento de patentes, utilização em bibliografia de cursos, impacto em políticas públicas, prêmios ao item,...). Por favor, use o padrão bibliográfico convencional em sua área e agrupe por categoria (por exemplo, artigos, patentes, capítulos,..). Das listas com mais de 10 itens, a FAPESP somente utilizará no processo de análise os 10 primeiros.

4) Lista de financiamentos à pesquisa vigentes, de qualquer agência ou empresa, sob a responsabilidade do Pesquisador. Lista de auxílios à pesquisa vigentes, indicando: título do projeto, nome do coordenador, recursos, vigência e agência financiadora. Se for bolsista de alguma agência de fomento, indicar agência, tipo de bolsa, nível e vigência.

5) Lista de orientações em andamento, com bolsas. Orientações em andamento com bolsa: relacionar tipo (Iniciação Científica, Mestrado ou Doutorado), título do projeto e agência de fomento.

6) Indicadores quantitativos. Indicação separada das quantidades totais de: 1) livros publicados; 2) publicações em periódicos com seletiva política editorial; 3) capítulos de livros; 4) teses de mestrado orientadas e já defendidas; 5) teses de doutorado orientadas e já defendidas; 6) Quantidade de citações recebidas na literatura científica internacional, segundo o ISI, Scopus ou Google Scholar; 7) Patentes solicitadas, concedidas e licenciadas; 8) produtos desenvolvidos e lançados no mercado; 9) processos otimizados implementados em empresas ou organizações sociais.

7) Link para a página ORCID, MyResearcherID (ISI) ou MyCitations (Google Scholar).

7.a) Para criar o perfil ORCID consulte: https://orcid.org/

7.b) Para criar o perfil no ResearcherID consulte: https://www.researcherid.com/SelfRegistration.action e http://ip-science.thomsonreuters.com/m/pdfs/rid_qec_jul09_web.pdf.

7.c) Para criar o perfil no MyCitations do Google Scholar consulte http://scholar.google.com e http://scholar.google.com.br/intl/pt-BR/scholar/citations.html.

8) Outras informações biográficas que julgar relevantes para a análise de sua atividade profissional recente (últimos dez anos) e para documentar sua experiência e competência na área de conhecimento ou setor econômico ou social em que se insere o projeto proposto.