Financiamento à pesquisa

Programa de Apoio à Infraestrutura de Pesquisa do Estado de São Paulo

Iniciado em 1995, o Programa de Apoio à Infraestrutura de Pesquisa do Estado de São Paulo (PAIP) tinha como objetivo, ao ser criado de forma emergencial, a recuperação e modernização de laboratórios e demais instalações de pesquisa das instituições paulistas, que se encontravam bastante deteriorados, inviabilizando a atividade de pesquisa.

O programa realizou um pesado investimento e consolidou os alicerces do sistema de ciência e tecnologia paulista, produzindo impactos positivos sobre a pesquisa estadual.

Considerando a importância de se manterem os investimentos realizados para o fortalecimento da infraestrutura de pesquisa no estado de São Paulo, o PAIP foi ampliado pela FAPESP.

Em 1996 foi iniciado o Programa de Capacitação Técnica, com o objetivo de treinar e aperfeiçoar técnicos e alunos de cursos técnicos de nível médio e superior que participam de atividades de apoio a projetos de pesquisa vigentes em Instituições do estado de São Paulo, financiados pela FAPESP.

Ainda na década de 90 foi iniciado o Programa Equipamentos Multiusuários, com o objetivo de apoiar a aquisição de equipamentos de alto custo para pesquisa, que não podem, ordinariamente, ser adquiridos nas modalidades regulares de Auxílios à Pesquisa oferecidas pela FAPESP.

Em 2007 foi criada a Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional de Pesquisa. As solicitações, de caráter institucional, são encaminhadas através de um “Plano Anual de Aplicação da Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional de Pesquisa” no qual, a partir de um diagnóstico da situação atual, se descrevem as ações previstas para a superação de eventuais dificuldades e para a melhoria da infraestrutura coletiva de pesquisa das Instituições.

Também em 2007 foram criadas a Reserva Técnica para Conectividade à Rede ANSP (Academic Network at São Paulo), que em 2021 passou a ser chamada de Rednesp (Research and Education Network at São Paulo), que pode ser solicitada pelas Instituições que participam da Rednesp, com o objetivo de financiar custos relativos à conectividade necessária como apoio essencial às atividades de pesquisa da entidade, e a Reserva Técnica para Coordenação de Programas, tais como BIOTA, BIOEN, Mudanças Climáticas Globais, entre outros.

Ao longo de todo este período, também foram abertas Chamadas de Propostas com objetivos específicos para investimento na infraestrutura de pesquisa das Instituições.

Modalidades que compõem o Programa:

Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional de Pesquisa

Reserva Técnica para Conectividade à Rednesp

Reserva Técnica para Coordenação de Programa

Programa Equipamentos Multiusuários

Capacitação Técnica

Chamadas de Propostas lançadas com objetivos específicos, como parte do Programa:

Planos de Desenvolvimento Institucional de Pesquisa dos Institutos Estaduais de Pesquisa no Estado de São Paulo

Apoio à Infraestrutura de Pesquisa: Museus, Centros Depositários de Informações e Documentos e Coleções Biológicas

Programa FAP-Livros

Chamada FAPESP para instituições candidatas a apoio para contrapartida na Chamada Pública MCT/FINEP/CT-INFRA – Infraestrutura em Campi Estaduais e Municipais – 03/2009

Chamada FAPESP para instituições candidatas a apoio na Chamada Pública MCTI/FINEP/CT-INFRA – Infraestrutura em Campi Estaduais e Municipais – 02/2013

Concessões neste Programa (Biblioteca Virtual FAPESP)


Página atualizada em 23/09/2021 - Publicada em 09/12/2019